A briga pelos Playoffs – Reviews semana #15

Este texto foi produzido pelos redatores Caio Piccini, Rafael Giovanni e Tauany Lins.

Seattle Seahawks 20 @ 15 Washington Football Team

Como dissemos anteriormente, o jogo não seria tão simples como muitos pensavam e realmente não foi. Mesmo estando na frente do placar durante todo o jogo, Seattle sofreu, em especial no último quarto, para garantir a vitória.

Russel Wilson fez um jogo regular e não parecia o candidato a MVP do começo da temporada. Ainda assim, a vitória garante os Hawks nos Playoffs dessa temporada. Resta saber agora se como Wild Card ou como campeão da divisão.

Para Washington, podemos considerar que qualquer coisa que vier essa temporada é lucro. O time tem uma defesa jovem e talentosa, mas ainda é um time fraco. Ainda assim, está sendo o suficiente para liderar a divisão. Alguém de NFC East precisa ir aos Playoffs, mas é fato que o líder dessa divisão será o adversário mais fraco da pós temporada. Assim, se Washington for para os Offs é bom. Mas se não for não é um problema, visto que o time já deve pensar no futuro, que parece ser bastante promissor.

Kansas City Chiefs 32 @ 29 New Orleans Saints

Mesmo com o retorno de Brees aos gramados, os Saints não conseguiram para o explosivo ataque de Kansas City e saíram derrotados. Com isso, o time fica um pouco mais distante da Seed #1 e da folga na primeira rodada dos Playoffs.

Esse jogo marcou o primeiro e talvez o último encontro entre os dois grandes Quarterbacks Mahomes e Brees. A menos que esse encontro aconteça novamente no Super Bowl em fevereiro, é pouco provável que essas duas lendas se enfrentem novamente.

Patrick Mahomes' Kansas City Chiefs Outlast Drew Brees And The Saints
O primeiro e talvez último encontro entre Brees e Mahomes (Associated Press)

No jogo, melhor para os atuais campeões. Mahomes teve mais uma atuação sólida, passando para 254 jardas e 3 Tds. O time mostra a cada semana porque é o melhor time da NFL e dá sinais de que uma nova dinastia pode estar começando. Com a vitória, a equipe fica mais perto de garantir a folga na primeira rodada dos Offs.

Os Saints, mesmo com a derrota, devem ir a pós temporada como campeão de divisão. Se o sonho de garantir a Seed #1 ficou mais distante, o retorno de Brees fez a equipe voltar a sonhar com o título em fevereiro.

New England Patriots 12 @ 22 Miami Dolphins

Nos primeiros quartos do jogo, nem parecia que os times brigavam pela sobrevivência na temporada. Mesmo que matematicamente os Patriots ainda tinham chances de chegar na pós temporada, o time dependia de outros resultados e também fazer a sua parte e vencer Miami.

Mas os Dolphins também tinham chances reais de playoffs. Maiores que dos adversários da tarde de domingo. E pra isso precisava vencer de qualquer jeito. Mas, nos primeiros quartos da partida, parecia que nenhum dos times queria ganhar a partida.

A conhecida dificuldade ofensiva dos Patriots na partida se traduziam no placar: Apenas dois field goals para os comandados de Bill Belichick, que ainda sim foram para os vestiários vencendo o jogo.

Mas, no segundo tempo, o jogo mudou. Os ataques melhoraram e fizeram uma disputa interessante. Mas, os Patriots mostraram mais uma vez a limitação do seu ataque e que não sera suficiente para avançar e ganhar a partida. Por outro lado, os Dolphins, comandados por Tua Tagovailoa, que fez um jogo seguro, explorou as deficiências da defesa de New England para parar o jogo corrido e a ausência de Stephon Gilmore que se lesionou ainda no primeiro tempo, para conseguir anotar touchdowns na partida.

Com a vitória, os Dolphins seguem na briga pela pós temporada. Com um calendário difícil, precisam vencer todos os jogos que resta. Os Patriots, pela primeira vez em muito tempo, não jogarão em janeiro.

Chicago Bears 33 @ 27 Minnesota Vikings

No início ambas defesas se impuseram muito, mas conforme o decorrer do jogo, os ataques mostraram suas forças.

O jogo foi dominado por Chicago, que abriu vantagem e ficou o jogo todo escorado nela. A tática era clara: correr e gastar tempo, pra nenhum imprevisto acontecer e tirar a vitória. As corridas dos Bears deram tão certo que Montgomery passou das 140 jardas (além de 2 Touchdowns) e Trubisky das 30. Allen Robinson, quando requisitado, foi bem, conseguindo 83 jardas em 4 recepções.

Os Vikings até conseguiram encaixar ataques e sufocaram os Bears, mas não foi o suficiente para superar a vantagem aberta no inicio do jogo. Com isso, Chicago ainda briga por uma vaga nas últimas posições de Wild Card.

Article Categories:
Reviews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: