É Divisional Round na NFC!

Em uma das duas partidas do Divisional Round da conferência nacional, teremos um confronto que promete ser incrível entre dois times da NFC Sul. O Tampa Bay Buccaneers vai ao Superdome enfrentar o New Orleans Saints. 

O mandante 

Quando é momento de Divisional Round e somente 8 equipes restam na busca pela glória, podemos esperar grandes jogos. O New Orleans Saints é um dos favoritos a vencer o Superbowl, visto que é uma equipe muito completa. 

Depois de muitas temporadas com unidades defensivas muito ruins, parece que Sean Payton e sua comissão corrigiram os problemas. A defesa do Saints é uma das melhores da liga em todos os aspectos. O pass rush é muito eficiente, com Trey Hendrickson sendo a maior surpresa no ano ao liderar o time com 13,5 sacks em um front seven que também conta com Cameron Jordan. Nos dois jogos contra Tampa na temporada, derrubaram Brady 3 vezes em cada. 

O mesmo front seven também tem um ótimo desempenho contra o jogo terrestre, no top 10 em várias métricas nesse sentido. Além disso, o time também força muito turnovers dos adversários, principalmente vindo de sua jovem e muito talentosa secundária. 

O monstro de duas cabeças é completo pela unidade ofensiva. O ataque que é liderado por Drew Brees, um dos melhores QB’s da história, conta com muitos jogadores de altíssimo nível. Alvin Kamara mostrou-se na temporada como um pesadelo para defesas adversárias (principalmente o Minnesota Vikings). AK liderou o time em recepções, jardas aéreas, tentativas de corrida, jardas terrestres e touchdowns.

Kamara é o principal nome do ataque de New Orleans. (Créditos: New Orleans Saints) 

Mesmo com uma narrativa cheia de problemas no ano, Michael Thomas ainda é o atual detentor do título de jogador ofensivo do ano. Contra os Bears, no WildCard, ele pareceu desenvolver um ritmo durante a partida que lembrou os torcedores de sua atuação histórica na temporada passada. 

A linha ofensiva dos Saints é excelente em proteger o seu QB e também é ajudada nisso pelo dinamismo do ataque. Quando Brees é o QB, ele vem muito bem contra a blitz e solta a bola muito rápido. Quando o jackofall-trades Taysom Hill recebe o snap, seu atleticismo deixa as defesas com medo. 

O visitante 

Pelo lado de Tampa o ataque aéreo é talvez o mais perigoso e talentoso de toda a liga. Tom Brady, desafiando o envelhecimento, liderou uma unidade que aterrorizou muitos adversários. Mike Evans é um dos melhores WR’s da liga desde quando chegou na liga. Junto com ele vemos um dos grupos mais talentosos de recebedores: Chris Godwin, Antonio Brown, Scott Miller, Cameron Brate e Rob Gronkowski. 

Mesmo não correndo muito com a bola, os Bucs também possuem talento no seu backfield. Leonard Fournette é um bom corredor e jogou bem contra Washington semana passada. Ainda como dúvida, Ronald Jones foi um calouro sensacional na posição de RB e, caso ele jogue, forma uma dupla muito perigosa com Fournette. 

Com a chegada de Brady, que ganhou seu primeiro jogo de playoffs semana passada sem ser jogador dos Patriots, Tampa fez uma prioridade reforçar sua linha ofensiva. A unidade sofreu em alguns momentos da temporada, mas está recheada de jogadores novos e com muito potencial. 

A defesa terrestre de Tampa foi a melhor da liga com folga. Em alguns jogos, os adversários abandonaram as tentativas de correr com a bola, visto a força da defesa nesse quesito. A dupla de LB’s Devin White e Lavonte David é uma das melhores da liga e serão os principais responsáveis por tentar parar Alvin Kamara. 

A maior complicação para o DC Todd Bowles será montar um bom plano de jogo contra o ataque aéreo. Contra Washington, a defesa sofreu para parar o desconhecido Taylor Heinicke, que lançou para 300 jardas. 

O que esperar da partida 

Nos dois jogos durante a temporada regular, os Saints foram dominantes. Tom Brady teve suas piores atuações no ano, principalmente na Semana 9 quando lançou 3 INT e pareceu absolutamente perdido em campo. Nos jogos, Brees dissecou a defesa adversária e não teve problemas em marchar em campo com seu ataque. 

Já houveram 32 ocasiões como essa, onde um time que já venceu um rival duas vezes na temporada regular e terá a chance de uma varrida nos playoffs. Em 20 vezes a varrida foi completada e em 12 jogos o azarão conseguiu sua vingança. Com um time mais completo e por jogar em casa, os Saints são os favoritos para vencerem e encaminharem mais uma participação na final da NFC. 

 

Article Categories:
Prévias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: