New England supera Ravens e a chuva para se manter vivo na temporada

Jogo corrido. Foi assim que New England conseguiu a vitória em cima dos Ravens. O que era uma arma importante do time de Baltimore, se transformou no pior pesadelo para sua defesa. Isso porque os Ravens não conseguiram parar o eficiente jogo corrido dos Patriots e evitar mais uma derrota na temporada.

Se antes do jogo a preocupação da torcida dos Patriots era como parar Lamar e as corridas de Baltimore no jogo, durante a partida a coisa se inverteu. O jogo terrestre dos Ravens não funcionou. E, para atrapalhar mais ainda a vida dos visitantes, o clima em New England era o mais adverso possível: Muita chuva e ventos fortes, o que dificultava o ataque aéreo.

O JOGO

A primeira posse de bola da partida foi dos Ravens. E já no primeiro drive, punt. Tentando utilizar o jogo corrido com Mark Ingram e passes com Mark Andrews, o ataque não conseguiu evoluir em campo e precisou devolver a bola para os Patriots.

Era a vez de Cam Newton e o ataque dos Patriots entrarem em campo. Apesar de conseguir avançar mais do que o ataque dos Ravens, a primeira campanha de New England também termina em punt. Mas, já na primeira campanha estava desenhado o que os Patriots fariam durante toda a noite: Correr.

Lamar Jackson (Ravens) tenta resolver com as pernas em noite chuvosa em New England
Lamar não conseguiu entrar na endozone dançando dessa vez. (Créditos: Instagram Baltimore Ravens)

Mas, antes dos Patriots dominarem o jogo terrestre, Lamar e o ataque dos Ravens voltam à campo para abrir o placar. Alternando entre corridas com os running backs e com o próprio Lamar, e passes mais curtos, Baltimore vai avançando em campo até entrar na endzone após uma corrida curta de Gus Edwards.

Correr, correr, correr…

Essa parecia ser a ordem no ataque de New England: Correr com a bola. E foi assim que Cam Newton conseguiu avançar 75 jardas no campo para encontrar Rex Burkhead na endzone e anotar o touchdown dos Patriots para igualar a partida.

O ataque dos Ravens encontrava muita dificuldade em correr com a bola. A defesa de New England tem como maior fraqueza justamente parar o jogo corrido. Mas, parece que dessa vez, os comandados de Bill Belichick estavam preparados para não permitirem que Lamar e os Ravens corressem com a bola.

Com dificuldade de encaixar o jogo corrido e com um clima muito desfavorável, Baltimore ainda conseguia avançar no campo. Avançou, mas não entrou na endzone. Justin Tucker entra e anota um field goal de 24 jardas para colocar os Ravens na liderança novamente.

DOMÍNIO TERRESTRE

A partir daí, New England começou a dominar o jogo corrido. Harris, Burkhead, Newton, White… Todos eram uma ameaça para os Ravens. Os números não refletem o que foi a partida. Em jardas aéreas, uma surra dos Ravens. Mas, os Patriots tiveram menos tentativas de passe no jogo. Em jardas corridas, equilíbrio. Mas New England era mais eficiente. E marcou mais um touchdown, dessa vez com Harris mergulhando para entrar na endzone.

Cam Newton e o New England Patriots comemora TD
Run Newton, Run. (Crédito: AP Photo/Charles Krupa)

Para pior a situação dos Ravens, Lamar Jackson lançou uma interceptação no fim do primeiro tempo. O time já estava na área de alcance de Justin Tucker, mas Lamar forçou um passe na lateral que caiu nas mãos de JC Jackson.

Na volta do intervalo, mais Patriots correndo com a bola. E apesar de estar correndo bem, as chamadas de passe apareciam nos momentos certos para o ataque de Josh McDaniels. No primeiro drive do segundo tempo, Newton acha Meyers para conectar um passe de 26 jardas. E, além disso, uma falta de força excessiva fez com que New England chegasse na beira da endzone. Cam Newton, correndo, anotou mais um touchdown para os Pats.

SNAPS MATARAM OS RAVENS

Atrás no placar, os Ravens precisavam correr atrás do prejuízo. Mas, a defesa de New England estava muito bem na partida. Diferente de outros jogos, conseguia pressionar Lamar, mesmo tendo apenas um sack na partida. Com o jogo corrido não sendo eficiente e com a chuva aumentando – o que dificultava o jogo aéreo – Baltimore lutava para sobreviver na partida.

E os erros apareceram em horas cruciais. Em uma tentativa de quarta descida, os Ravens alinhados em formação wildcat, perdem jardas após um erro no snap de Matt Skura. Esse foi o primeiro, já que o center cometeu outro erro de snap que comprometeu totalmente o ataque dos Ravens.

Os Patriots anotaram mais um field goal e o Baltimore conseguiu até mais um touchdown. Porém, não foi suficiente para evitar a terceira derrota na temporada.

NÚMEROS DO JOGO

NEW ENGLAND PATRIOTS

Cam Newton: Passando: 13/17, 118 jds, 1 TD. Correndo: 11 tentativas, 21 jds, TD

Damien Harris: 22 tentativas, 121 jardas, 5.5 jds/carregada

BALTIMORE RAVENS

Lamar Jackson: Passando: 23/34, 249 jds, 2 TDs, INT. Correndo: 11 tentativas para 55 jardas.

Willie Snead IV: 64 jds, 2 TDs.

Tauany Rodrigues

Tauany Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: