Os Rams vencem os Bears no Monday Night Football!

Em mais um Monday Night Football unilateral, o mandante LA Rams derrota o até então líder da NFC Chicago Bears e garante uma vitória importantíssima. O placar final, de 24×10 em favor da franquia de LA, não faz jus a completa dominação que foi a partida.

Los Angeles dominou o jogo desde o início e nunca se viu atrás do placar depois de marcar o primeiro TD. Em um embate em que ambos os times possuem defesas incríveis, foi a unidade de LA que levou a ampla vantagem. A ineficiência do ataque de Chicago foi decisiva, sendo que Jared Goff conseguiu comandar boas campanhas ofensivas e deixar o jogo fora de alcance.

O mandante

Rapp fica feliz após interceptar Nick Foles (Créditos: therams.com).

A equipe de LA jogou o básico e garantiu a vitória. Mesmo com o ataque sem ter nenhuma grande atuação, todos ajudaram a garantir a vitória. Goff teve um bom jogo, depois de uma partida ruim na semana passada. Após o primeiro TD lançado para Josh Reynolds, o QB teve uma atuação muito boa ajudado pelo jogo terrestre.

E foi isso que sempre garantiu as vitórias dos Rams: consistência correndo com a bola para facilitar a vida do seu QB. Darrell Henderson e Malcolm Brown lideraram o time em carregadas, mas até Robert Woods conseguiu boas jardas, seguindo a tendência dos Rams de correr muito com seus WR’s.

A defesa teve a atuação esperada. As expectativas são sempre altas para um grupo que tem Aaron Donald e Jalen Ramsey e mesmo assim eles entregaram. Foram 4 sacks e duas interceptações em momentos importantíssimos. Uma estatística incrível que se mantém é de 30 jogos consecutivos de vitória dos Rams quando vence o primeiro tempo jogando em casa.

O visitante

Nick Foles teve uma péssima atuação (Créditos: chicagobears.com).

Pelo lado de Chicago, a partida foi uma tristeza. Vendo seu ataque inepto, que não teve atuações boas durante a temporada (foram mais momentos brilhantes do que jogos excelentes), a defesa não conseguiu parar o ataque de Sean McVay.

O QB Nick Foles teve uma das piores atuações do ano, com uma interceptação na redzone e outra em um momento de um possível comeback no último período. Fora isso, ele também lançou vários passes curtos que poderiam ter resultado em mais turnovers.

A defesa de Chicago até tentou, marcaram o único TD do time em um fumble retornado no último quarto, mas foi longe de ser o suficiente. LA conseguiu se estabelecer no jogo corrido, dominou o tempo de posse no início e abriu uma vantagem muito grande. Os Bears buscam deixar esse jogo no passado e retomar suas grandes atuações para se manterem na disputa pela NFC Norte.

O que vem por aí

O Los Angeles Rams (5-2) viaja para a Flórida em uma partida muito antecipada por fãs da NFL: a estreia de Tua Tagavailoa como QB titular dos Dolphins (3-3). Será uma partida muito interessante, já que é difícil preparar um plano de jogo contra um QB calouro que debutará na liga.

Já o Chicago Bears (5-2) entra em uma sequência complicadíssima de jogos. Ele recebe o New Orleans Saints (4-2) em casa e depois viaja na Semana 9 para visitar o fortíssimo Tennessee Titans. É hora de os Bears provarem que são uma força da NFC ou verem suas chances de playoffs diminuírem consideravelmente.

Alberto Torres

Alberto Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: