Patriots busca afirmação contra os Rams no TNF

Os Patriots busca, diante dos Rams de Sean McVay, se afirmar ainda mais na briga pelos playoffs em uma temporada diferente em New England.

MUDANÇAS NO ESTILO DE JOGO

À essa altura da temporada já não é mais válido continuar com a narrativa dos Patriots sem Tom Brady. Essa é a realidade dos Patriots: Após 20 anos de sucesso e de uma dinastia na NFL, perdeu seu franchise quarterback. Mas, mais do que isso, os Patriots tiveram que mudar sua identidade.

Isso porque trouxe na free agency, um quarterback completamente oposto ao seu antecessor. Cam Newton é móvel, corre bem com a bola, dá outro dinamismo ao ataque. Enquanto com Brady, o jogo de passe era o ponto forte da equipe. E foi o que vimos durante o decorrer das semanas: uma mudança no estilo de jogo dos Patriots.

Cam Newton e o novo ataque dos Pats (Créditos: Katelyn Mulcahy/Getty Images)

CORRER, CORRER, CORRER

Os números de Cam Newton na última partida dos Patriots mostram isso: Contra os Chargers, em uma vitória de 45 a 0, o quarterback passou para 69 jardas e apenas um TD. Mas, o jogo corrido foi e vem sendo o destaque da equipe.

Foram 165 jardas corridas nessa partida. Essa mudança se deve ao número de turnovers que estava sendo cometido por Newton quando se encontrava em situações de forçar passes para os recebedores.

DEFESA E SPECIAL TEAMS SÃO DESTAQUES

Que Bill Belichick sempre teve olhos mais atentos para essas duas unidades não é novidade. Mas, na última semana especialmente, ambas unidades foram destaques. Foram dois TDs anotados pelos Special Teams: Um retorno de punt de Gunner Olzsewki e um FG bloqueado e retornado para a endozone de Devin McCourty.

E a defesa limitou o ataque dos Chargers à ZERO PONTOS. Mesmo com Justin Herbert fazendo uma temporada digna do prêmio de calouro ofensivo do ano, o jogador não conseguiu nenhuma pontuação para seu time. Isso porque a defesa dos Patriots vêm apresentando uma evolução ao longo das semanas.

O OUTRO LADO DA BOLA

Do outro lado, os Rams de Sean McVay vem mostrando ao longo da temporada que podem ser os Rams que chegaram até o Super Bowl dois anos atrás.

Isso porque na temporada passada, uma certa desconfiança no seu sistema foi sentida. O time não apresentava o mesmo desempenho do ano anterior, quando foi derrotado justamente pelo adversário dessa semana, no Super Bowl.

Jared Goff, sempre contestado, vêm fazendo uma temporada mais segura. Isso porque o jogo corrido dos Rams vem funcionando e ajudando Goff a se apoiar no play acrtion. E jogando com o play action a seu favor, Goff é um quarterback bem seguro.

Ataque dos Rams é preocupação para os Patriots.
O ataque dos Rams vive boa fase (Créditos: Kyusung Gong / Associated Press)

Aliado a isso, o comandante do ataque de Los Angeles diminuiu o número de turnovers, o que ajuda a explicar parte do sucesso dos Rams na temporada. Mas, ainda sim, ele apresenta fragilidades. Principalmente quando o jogo corrido do time não funciona.

Isso porque, sem o jogo corrido, Goff precisa soltar o braço e, mesmo com um corpo de recebedores da primeira qualidade na NFL, quando em janelas apertadas e boas marcações, o quarterback tende a errar na execução e entregar a bola pro adversário.

DEFESA DOS RAMS É O PONTO FORTE

A defesa dos Rams vai muito além de Aaron Donald. Uma secundária sólida que conta com um dos melhores cornerbacks da liga – Jalen Hamsey, que é capaz de marcar a maioria dos recebedores da liga com maestria – e que afasta qualquer quarterback.

O desafio dos Patriots vai ser grande. Correr com a bola apesar de um front 7 defensivo muito bom contra o jogo corrido. E se o jogo corrido não entrar, é um problema a mais por ter de enfrentar a secundária dos Rams.

Porém, podemos dizer o mesmo do ataque de Los Angeles já que a secundária dos Patriots também conta com nomes como o DPOY do ano passado, Stephon Gilmore.

Um jogo onde as defesas darão o tom da partida. Quem conseguir parar o jogo corrido do adversário com maior eficiência, terá grandes chances de se sagrar o vencedor da partida e dar um passo a mais rumo aos playoffs.

Tauany Rodrigues

Tauany Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: