Pós SNF MINxSEA

O Sunday Night Football entre Minnesota Vikings e Seattle Seahawks prometia ser um jogaço. E realmente foi.

No Century Link Field, o jogo tinha como expectativa Russell Wilson dominante como costuma ser contra um Kirk Cousins buscando o equilíbrio junto a um bom ataque que o acompanha. Porém, para a surpresa de muitos, a defesa dos Vikings que de todas as previsões, a mais provável parecia ser que ela cederia muitos pontos facilmente, fez da vida de Wilson difícil na primeira metade do jogo, pressionando o QB e não permitindo pontos. Na mesma medida em que ofensivamente Minnesota funcionou, o jogo foi para o intervalo no placar de 13×0 para os visitantes.

Mas quando se trata de Russell Wilson, não se pode afirmar nada antes do final. No 3° período, contando com um Fumble e uma Interceptação, Seattle logo virou o jogo, fazendo 21×13 em um piscar de olhos. Mesmo com o choque, os Vikings não estavam mortos, pelo contrário, encontraram forças para reagir e virar novamente o placar no jogo que havia se tornado um tiroteio conforme o esperado.

Com 26×21 a seu favor, Mike Zimmer, treinador da equipe visitante teve um dilema difícil nas mãos: 2:00 no relógio, 4° descida para meia jarda. Se convertesse, Minnesota garantiria a vitória, ou poderia chutar o field goal deixando em 8 pontos a diferença. Zimmer arriscou, mas para sua infelicidade, não conseguiu.

Então a bola voltou para as mãos de Russell Wilson que tinha mais uma vez a missão de guiar um drive para a vitória, como ele havia cumprido 29 vezes na carreira. E nesse momento, a estrela do candidato a MVP de 2020 brilhou. Em um drive heróico com direito a duas conversões de 4° descida com D.K. Metcalf, incluindo a do touchdown que daria a vitória para os mandantes.

Em um jogo eletrizante, assim como na temporada passada, os Seahawks saíram vitoriosos e continuam sua caminhada como favoritos na NFC, com um 5-0 momentâneo.

Já os Vikings amargam um 1-4 que parece injusto pelas atuações, com derrotas no detalhe, principalmente contra os Titans e essa contra os Seahawks. Em uma NFC North competitiva com Packers e Bears, a situação de Kirk Cousins e companhia é no mínimo, delicada.

Article Categories:
Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: