Prévia Divisonal Round- Packers vs Rams

Os Rams vão até a tundra congelada enfrentar o muito provável MVP da temporada, Aaron Rodgers. Esse confronto vai ser interessante por alguns motivos. Como o melhor ataque da temporada vai reagir com seu principal alvo sendo marcado por Jalen Ramsey? E como Jared Goff vai lidar com o frio e a defesa de Green Bay, que tem melhorado a cada semana?

Essas perguntas serão respondidas no jogo, entretanto, é possível fazer algumas previsões para os dois times. Os Packers contam com uma unidade de running backs muito boa ( Aaron Jones, Aj Dillon e Jamall Williams), e eles serão cruciais para que o time queime cronômetro e mova as correntes. Aliado a isso, é possível dizer que Robert Tonyan tenha um jogo prolífico contra os linebackers de Los Angeles. Vale lembrar que o principal alvo de Aaron Rodgers na temporada, Davante Adams, será marcado por Jalen Ramsey que é um dos melhores cornerbacks da liga e por toda temporada tem trancado os melhores recebedores do time adversário.

Para Los Angeles, a dúvida fica em sua peça mais importante: Quarterback. Goff vai para o jogo com o dedão de sua mão ainda machucado. Contra Seattle, não precisou utilizar muito as mãos e o clima estava mais ameno. Porém, nas temperaturas congelantes de Wisconsin, é possível dizer que a lesão possa incomodar mais que o normal. E se o jogo terrestre não encaixar, a situação piora muito para o time californiano.

A melhor defesa encontra o melhor ataque

Nenhum time na NFL marcou mais pontos que os Packers. Em contrapartida, nenhum time defendeu melhor que os Rams. O time da California foi o que menos cedeu pontos, menos permitiu jardas aéreas por Qb’s, o que menos cedeu jardas totais, e terceiro em jardas corridas e em conversão de terceira descida. Já os Packers são o primeiro em pontos, segundo em conversão de terceira descida e o quinto em jardas totais. Vai ser bastante interessante ver como Rodgers vai reagir ao pass rush de LA e se ele vai conseguir achar Davante Adams no jogo.

A chave para os Rams é fazer de tudo para deixar Rodgers incomodado no pocket e isolar Adams do jogo. Sem seu alvo preferido, o QB vai ter que contar que seu jogo terrestre funcione e que seus outros recebedores criem alguma separação contra uma ótima secundária de Los Angeles.

Aaron Rodgers além de ser o MVP, vai conseguir liderar seu time ao Super Bowl? (AP)
Article Categories:
Prévias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: