Prévia semana #4 – Jogos de domingo à tarde

A temporada está passando muito rápido, já estamos na semana 4! A rodada começou com um jogo bem surpreendente entre Broncos e Jets, com vitória do time do Colorado. A tarde deste domingo promete ser bem agitada e aqui você fica por dentro de tudo que vai acontecer nestes jogos!

* Por conta da contaminação de COVID-19 de alguns atletas, a NFL adiou os jogos entre Steelers e Titans, além de Chiefs e Patriots. Por isso, este texto não terá as análises destes jogos.

Este texto foi produzido pelos redatores Caio Schlosser, Davi Alves, Leandro Vaz e Rafael Giovanni.

New Orleans Saints @ Detroit Lions

Em um confronto de realidades iguais, porém de contextos diferentes, Saints e Lions se enfrentam para tentar a segunda vitória na temporada.

De um lado temos um dos times que, antes da temporada começar, era um dos candidatos ao título (ainda é), entretanto em três semanas não é isso que estamos presenciando. O time mostra, até o momento, uma enorme falta de disciplina, onde lidera a NFL em faltas. O principal WR do elenco, Michael Thomas, está machucado e já perdeu dois jogos, e claro, Drew Brees. O QB veterano é uma das narrativas após dois jogos de audiência nacional seguidos. O braço de Brees se mostra diferente, ele não está tentando passes muito profundos e isso acaba premeditando as chamadas de Sean Payton, que não se mostra preocupado quanto ao assunto.

Saints defensive turnaround areas from last year can once again be their  biggest driver - Canal Street Chronicles
Os Saints estão bem abaixo do que se esperava do time (Chuck Cook-USA TODAY Sports)

Por Detroit, o QB Matthew Stafford volta colocando números não tão produtivos quanto o de costume, mas ainda sim se mostra um ótimo líder. A melhor surpresa para os Lions é, sem dúvida, o RB Adrian Peterson, que lidera o time no jogo terrestre tanto em tentativas, como em jardas. Vindo de uma vitória contra os Cardinals, eles tentam emplacar a segunda consecutiva e tentar mudar o rumo da franquia neste ano, já que com peças novas e o preenchimento de buracos na defesa, estão se mostrando bem promissores.

Los Angeles Chargers @ Tampa Bay Buccaneers

Chargers Home | Los Angeles Chargers - chargers.com
Os Buccaneers de Brady enfrentam os Chargers de Bosa
(David Zalubowski / site oficial Los Angeles Chargers)

Que jogo para marcar um duelo entre dois quarterbacks em situações de provação hein? Tom Brady é nosso velho conhecido, um veterano que já foi MVP, multi campeão do SuperBowl, mas que está se provando em Tampa Bay após vários anos nos Patriots. Enquanto, do outro lado do confronto terá Justin Herbert, QB calouro, que está ainda a mostrar toda sua habilidade e talento, que o proporcionaram ser uma escolha de início de primeiro round no último draft.

A defesa dos Chargers não parece ter se encaixado ainda, principalmente contra ataques aéreos, cedendo cerca de 246 jardas nesse quesito por jogo. Em alguns momentos, como no jogo da semana 2 contra os Chiefs, mostraram solidez e capacidade de jogar em bom nível, mas ainda não foi muito convincente. O ataque está bem, crescendo a cada semana e se desenvolvendo. Justin Herbert tem armas para potencializar seu jogo. Keenan Allen e Austin Ekeler são alguns dos nomes que podem ser seus pilares, sustentando o crescimento do jovem QB.

O ataque dos Buccaneers está se mostrando eficiente e evoluindo suas limitações. Com uma utilização bem baixa nos dois primeiros jogos dos TEs e pouco uso de play actions, Bruce Arians e Tom Brady estão melhorando sua química. No último jogo foi demonstrado que, pegando sincronia aos poucos, o time de Tampa conseguirá fazer bom uso de suas armas. Para esse jogo, o RB Fournette e o WR Chris Godwin serão ausências. Já a defesa de Tampa, que foi bem consistente, teve poucos momentos de fragilidade e de novo terá que mostrar toda sua força, tentando ajudar a comprovar o favoritismo do time e levar a vitória.

Jacksonville Jaguars @ Cincinnati Bengals

É difícil prever algo se tratando de dois times de nível bem parecido. Embora sejam dois times fracos, a partida promete ser disputada. Os Jaguars possuem um leve favoritismo, mas não será surpresa se Cincinnati sair vitorioso.

Para isso acontecer, a linha ofensiva precisa ajudar o calouro Joe Burrow. O jovem Qb está jogando bem, considerando todas as adversidades que o cercam no time. Mas, o pífio trabalho da sua OL não contribui para sua evolução. Os Bengals ainda não venceram e vêm de um empate com os Eagles na semana passada. A sensação, no entanto, é que o time pode acabar ganhando um jogo contra uma equipe mais fraca, como será o caso neste domingo. Essa é a chance.

Já os Jaguars decepcionaram na derrota para os Dolphins na última semana. Erros bobos custaram caro. Agora, o time precisa pensar em vencer para continuar vivo na disputa pelo Wild Card. Minshew é um jogador que está fazendo um bom trabalho. Ainda assim, há muito o que evoluir. A expectativa é que o time vença a partida, mas não podemos dizer que foi uma grande surpresa caso isso não aconteça.

Minnesota Vikings @ Houston Texans

Em um dos jogos que abre o domingo à tarde teremos o duelo entre duas equipes que ainda não venceram, Minnesota Vikings (0-3) x Houston Texans (0-3), em Houston. A equipe da casa enfrenta diversos problemas, tanto no ataque quanto na defesa. É um time que sofreu demais com a perda de sua grande estrela (DeAndre Hopkins) que foi trocado para Arizona nessa offseason e ainda não conseguiu se estabelecer na temporada. Porém, a tabela dos texanos não foi das mais fáceis: eles enfrentaram em sequência Chiefs, Ravens e Steelers.

Então vamos dar um desconto para eles, pois o calendário fica bem mais tranquilo a partir de agora. O problema é que eles já estão 3 jogos atrás do líder da divisão sul, os Titans (3-0), que nessa semana estão de folga devido ao surto de Covid no elenco de Tennessee. O time de Houston precisa de uma vitória desesperadamente para ainda poder brigar pelo título de divisão.

O Vikings de Kirk Cousins atingiu seu teto - Liga dos 32
Cousins precisa provar seu valor

Do outro lado da moeda estão os também pressionados Vikings, que foram derrotados pelos Titans na semana passada e estiveram muito preocupados com o grande assunto da semana, que foi esse surto de Covid do lado dos Titans. O time de Minneapolis adotou várias medidas para evitar uma possível contaminação geral, mas todos os testes voltaram negativos e os Vikings vão para o jogo. Falando do jogo, o time mais uma vez vem muito pressionado pelas más atuações na temporada, combinado com os dois times da divisão, Packers e Bears, estarem invictos na temporada. A única unidade que tem números expressivos são os running backs, que estão literalmente carregando o time durante essas três derrotas. Kirk Cousins vem em mais uma temporada fraca, em que só teve destaque no último jogo, enquanto fez uma partida mais segura, mas que não foi suficiente para a vitória.

O time da casa tem um leve favoritismo, porém Deshaun Watson terá de se superar para bater os Vikings, dado que sua linha ofensiva tem dificultado e muito seu trabalho. Já no lado dos visitantes, Dalvin Cook e companhia terão que mais uma vez carregar esse piano, enquanto os recebedores Adam Thielen, Justin Jefferson (que teve um grande jogo na semana 3, com 181 jardas recebidas e um touchdown) e o tight end Kyle Rudolph precisam aparecer mais para que o time possa encontrar o caminho das vitórias.

Seattle Seahawks @ Miami Dolphins

Não se engane: a vitória dos Dolphins na semana passada não significa que o time vai ganhar de Seattle essa rodada. Na verdade, esse deve ser um dos jogos com maior diferença de placar do domingo.

Os Seahawks estão jogando muito bem, principalmente por conta das atuações de gala que Russel Wilson está tendo. O experiente Qb está com números de MVP, e larga na frente na corrida pelo estimado prêmio. O ataque do time vai muito bem, obrigado, e sua defesa também é bem consistente. Enfrentando um oponente fraco, é praticamente certo de que vão passear em campo.

Os Dolphins são um time em reformulação. Não dá para esperar muita coisa, ainda mais enfrentando um time que está entre os favoritos ao Super Bowl. Ainda assim, Ryan Fitzpatrick vem de uma excelente atuação e pode surpreender a todos.

Cleveland Browns @ Dallas Cowboys

Dez Bryant could wind up with the Cleveland Browns - Blogging The Boys
Cleveland e Dallas precisam provar que podem ser competitivos (Photo by Wesley Hitt/Getty Images)

Dúvida. Provavelmente essa é a palavra mais repetida quando o assunto é os Cowboys e os Browns. A razão disso é a grande irregularidade que ambas equipes possuem. Além disso, os elencos consistem em dois QB’s que precisam se provar a cada partida. Dak Prescott, que virou pauta nas últimas temporadas por querer ter o maior contrato da posição, mostra lapsos de um líder nato, entretanto suas atuações são questionáveis. Pelo chão, os Cowboys possuem um dos RB’s mais prolíficos da NFL, Ezekiel Elliott. O equilíbrio nas chamadas pode ser um destaque de Dallas.

Por Cleveland, Baker Myafield ainda tenta achar o ritmo que pode colocar a franquia em posição para os playoffs. Tentando acionar cada vez mais os WR’s Landry e Beckham Jr, a tomada de decisão está tendo evolução a cada jogada. Porém, os destaques ficam para Chubb e Hunt, ambos RB’s colocam ótimos números, mas isso também se deve a OL que vem fazendo um trabalho muito produtivo.

Arizona Cardinals @ Carolina Panthers

Carolina Panthers | Bleacher Report | Latest News, Scores, Stats and  Standings
Duelo entre o forte ataque dos Cardinals e a defesa do “novo Panthers em reestruturação” será interessante.
(bleacherreport.com)

Um jogo de um time que vem surpreendendo, contra um em reformulação. Os Cardinals vêm como favoritos contra os Panthers devido a ótima campanha até aqui, ganhando de virada contra o forte 49ers, ganhando bem de Washington, mas perdendo para os Lions por 26 a 23 na última partida. Ainda assim, Arizona vem com a moral alta e expectativa também. O ataque está voando, com uma média de 25,6 pontos por partida, e Kyler Murray jogando bem, correndo e passando.

O time de Carolina tem seu principal jogador ofensivo lesionado(Christian MacCaffrey), o Qb é novo no time e é jovem (Bridgewater tem 27 anos de idade e entrou nessa pré-season). Além desses problemas, o time perdeu várias peças importantes no plantel antes de começar a temporada, que agora fazem muita falta: Luke Kuechly, Cam Newton e Greg Olsen, os principais exemplos.

É esperado um jogo com favoritismo mais para o lado de Arizona, mas não é descartada uma zebra e quem sabe uma afirmação de algum novo jogador como pilar no time dos Panthers surpreendendo a todos.

Indianapolis Colts @ Chicago Bears

Chicago Bears vs. Indianapolis Colts: Inside some shocking numbers
Os Colts precisam da vitória para se manterem vivos na briga da divisão. (Photo by Justin Casterline/Getty Images)

Duas equipes que tinham previsões completamente diferentes da realidade que estamos vendo agora. Chicago, invicto na temporada, surpreende com vitórias interessantes e viradas inesperadas. Trubisky foi colocado no banco para o experiente Nick Foles assumir as rédeas do ataque. Allen Robinson, principal recebedor do elenco, faz uma boa temporada e pode dar frutos com o decorrer da temporada.

Por Indianapolis, o time que conseguiu preencher os buracos da defesa e construiu uma das melhores OL’s da NFL em questão de talento. Após uma primeira semana negativa, eles engataram duas vitórias seguidas e parece que Philip Rivers encontrou o ritmo necessário para o equilíbrio do ataque. O RB calouro Jonathan Taylor está fazendo um ótimo trabalho e mostra uma potencial evolução no jogo terrestre.

Baltimore Ravens @ Washington Football Team

Depois de uma derrota bem dolorida para os Chiefs, os Ravens vão até Washington para tentar voltar a vencer. Baltimore é favorito para esse jogo, obviamente, e tem as chaves necessárias para ganhar de maneira convincente. Washington é um dos times mais fracos da liga e pode não ter sua principal peça para a partida: o DE Chase Young se lesionou na última semana e é listado como dúvida para este jogo.

Isso pode ser bom para a linha ofensiva dos Ravens, que teve bastante dificuldades no jogo de segunda e precisa melhorar seu desempenho. Desde a aposentadoria de Marshal Yanda, a OL dos corvos vem apresentando alguns problemas contra defesas mais fortes. O ataque do time é um dos melhores da liga, mas precisa fazer mais do que sabe fazer de melhor: correr com a bola e gastar tempo. Não estou dizendo que Lamar não deve passar a bola, mas quando o time sabe equilibrar as jogadas terrestres e aéreas, fica muito difícil de pará-los.

Defensivamente, é a oportunidade da equipe mostrar que pode pressionar o Qb adversário sem Blitz: Haskins já foi sackado 10 vezes na temporada. Aliás, o Qb da capital não vai ter vida fácil neste domingo. É muito difícil para um time com tantas fraquezas, como Washington, achar e aproveitar brechas de um adversário tão forte. Uma química que precisa funcionar é Haskins-McLaurin. Se o Wr conseguir queimar a secundária dos Ravens, pode ser que o time tenha alguma chance. Mas é difícil acreditar nisso.

O segredo para vencer esse jogo está nas trincheiras. Quem pressionar melhor o Qb adversário tem boas chances de vitória. O favoritismo é claro para os Ravens, mas se Washington conseguir estabelecer o jogo corrido e manter Lamar fora de campo, pode ser que o time surpreenda.

New York Giants @ Los Angeles Rams

Um dos melhores ataques da liga contra um dos piores times da liga e que ainda não venceu na temporada.

O jogo bônus do domingo (sim Jets e Giants são os times mais fracos da liga) fica para os Rams que tem total favoritismo nessa partida. Não me assustaria ver uma derrota maiúscula (novamente) para o time de Nova Iorque. Los Angeles é um time top 10, tanto no jogo terrestre quanto no jogo aéreo, enquanto a linha ofensiva dos Giants é uma das piores na liga e sofre bastante contra a proteção ao seu quarterback. E eles só irão enfrentar Aaron Donald, duas vezes jogador defensivo do ano. Outro ponto que essa linha ofensiva não ajuda é em abrir espaços para seus running backs correrem e isso é algo chave a ser melhorado para o time vencer (o que não deve acontecer tão cedo).

O time da casa tem todo o favoritismo e deve mesmo vencer com certa facilidade o jogo no domingo. Daniel Jones terá de operar milagres para que isso não aconteça, portanto pode começar a rezar, torcedor dos Giants, será uma longa tarde pra você.

Buffalo Bills @ Las Vegas Raiders

Josh Allen comemorando um touchdown com o WR Stefon Diggs.
Josh Allen comemorando com Stefon Diggs. (Timothy T Ludwig/Getty Images)

O Las Vegas Raiders recebe o invicto Buffalo Bills no segundo horário dos jogos deste domingo. Enquanto os Raiders vem de uma derrota para os Patriots, Buffalo venceu os Rams de forma emocionante na última rodada.

O quarterback terceiranista dos Bills, Josh Allen, demonstrou grande evolução no começo dessa temporada, e está jogando em alto nível. Sua conexão com o WR Stefon Diggs tem sido fundamental para vencer, visto que o recebedor é o quarto com mais jardas recebidas neste ano. Já a unidade defensiva regrediu em relação ao ano passado, e precisa arrumar formas de fechar jogos para a equipe não ser derrotada em Vegas.

Mesmo com a derrota para New England, os Raiders se mostraram uma grata surpresa em 2020. Jon Gruden conseguiu tirar o melhor do quarterback Derek Carr com um ataque baseado em passes curtos e alvos para tight ends. Além disso, Josh Jacobs, que já é um dos melhores running backs da NFL, é o motor ofensivo que pode carregar a equipe na partida. Porém, a defesa é uma das piores da liga até aqui, e se jogar dessa forma contra Allen será bem difícil sair com a vitória.

Article Categories:
Prévias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: