Prévia TNF – Week 3 – Dolphins @ Jaguars

Certamente quem pegou pra ver o calendário da NFL antes do começo da temporada não se empolgou muito com esse Thursday Night Football da semana 3. Afinal, nele se enfrentariam dois times que passam por rebuild e nos quais a ida aos playoffs é praticamente inimaginável. Entretanto, esse Dolphins @ Jaguars de quinta-feira possui sim alguns elementos e narrativas interessantes que fazem o jogo se tornar mais atrativo do que parece.

Começando pelo quarterback do time da casa, Gardner Minshew. Minshew foi uma escolha de sexta rodada em 2019 e surpreendeu em seu ano de calouro com boas atuações e pela química mostrada, principalmente com o recebedor DJ Chark. Devido a isso, o QB veio ganhando confiança dentro da franquia desde o começo da offseason, mesmo sob a desconfiança de muitos.

AP_19365536953429
(Reprodução: Site Oficial/Jacksonville Jaguars)

Na atual temporada, Minshew, em seus dois jogos, vem tentando provar que pode sim ser a cara da franquia e duvidar disso tem se tornado cada vez mais difícil. Não é loucura dizer que o Jacksonville Jaguars vive um bom momento. Afinal, o time treinado por Doug Marrone, vem de uma vitória contra os Colts, time considerado superior, e uma derrota apertada para o Tennessee Titans, forte concorrente aos playoffs na AFC. Por isso, chega para o jogo de amanhã com leve favoritismo.

Parece até engraçado depois de tanta crítica às ações tomadas pela diretoria, principalmente com os casos de Leonard Fournette e Yannick Ngakoue. Mas a verdade é que, positivamente diferente da temporada passada, Minshew tem conseguido fazer conexões não só com Chark, mas também com outros recebedores como Keelan Cole e o calouro Laviska Shenault jr. Unindo isso às boas aparições de James Robinson, running back não draftado mas que empolga os treinadores, pelo menos o ataque de Jacksonville parece estar mais equilibrado. 

Apenas uma coisa pode realmente não agradar Minshew para esse jogo: DJ Chark está com uma lesão nas costas e está listado como questionável para a partida. Mesmo se o recebedor não jogar, Minshew tem um matchup favorável já que enfrentará uma defesa que não tem sido efetiva em quase nenhum setor. O pass rush dos Dolphins não incomoda, e o trio de linebackers, mesmo com peças melhores do que no passado, não tem feito boas partidas. Contra os Bills, a secundária também não foi bem e permitiu muitas recepções a recebedores livres. Perder Byron Jones realmente não ajuda. Portanto, a defesa dos Dolphins, mesmo com uma leve melhora com a chegada de peças desde a temporada passada, não passa confiança e precisa no mínimo de ajustes para tentar vencer os Jaguars.

O ataque do time treinado por Brian Flores também precisará jogar bem, apesar de preocupar menos que a defesa. A jovem linha ofensiva de Miami vem tentando ganhar confiança e encontrar uma mínima solidez. O setor já mostra alguma melhora em relação à temporada passada, na qual o desempenho foi desastroso. Ryan Fitzpatrick continua sendo o QB titular mesmo com a sombra de Tua Tagovailoa, e vem fazendo jogos decentes contra boas defesas (NE e BUF).

Ryan Fitzpatrick: Getting Better With Age
Ryan Fitzpatrick
(Reprodução: Site Oficial/Miami Dolphins)

O backfield dos Dolphins parece ainda um pouco confuso devido às oportunidades de aparição de Miles Gaskin, draftado na sétima rodada do draft de 2019. O jovem vem liderando o setor a frente de Jordan Howard e Matt Breida, algo que não se imaginava após a chegada desses dois na Flórida.

Pelo elenco de recebedores de Miami, o wide receiver Devante Parker chama bastante atenção nesse duelo. Na primeira semana, Parker parece não ter jogado 100% saudável e teve que enfrentar Stephon Gilmore no jogo contra os Patriots. Porém, domingo passado, apesar de também enfrentar uma forte defesa dos Bills, pareceu mais recuperado e fez uma boa partida. O que acende um sinal verde para o duelo de amanhã contra os Jaguars, que possui uma defesa consideravelmente mais fraca. Mike Gesicki, TE dos Dolphins, também vem de um bom jogo e um olho deve ser mantido nele.

DeVante Parker Continues To Produce
(Reprodução: Site Oficial/Miami Dolphins)

Tentando parar esse ataque, está a defesa de Jacksonville que, como dito, ainda está bem longe de ser uma das melhores da liga. Mesmo assim, os duelos do edge Josh Allen contra essa OL dos Dolphins será muito interessante, além do rookie CJ Henderson na secundária tendo que novamente fazer um bom jogo para tentar frear Devante Parker e cia.

View from the O-Zone: Quite the class
Josh Allen
(Reprodução: Site Oficial/Jacksonville Jaguars)

Portanto, o que se espera desse jogo são os dois times explorando os pontos fracos da defesa adversária, e assim provavelmente haverá o prevalecimento pelo jogo aéreo em ambos os lados. Os Jaguars são favoritos pelo momento, mas devemos ver um jogo equilibrado entre um time que mostra-se não satisfeito com o tank, contra outro que vem tentando se colocar nos trilhos e busca mostrar ao seu torcedor que está realmente no caminho certo. Não reclame na offseason quando não tiverem jogo algum para ver. Sente no sofá, peça uma pizza e abra uma cerveja, porque o jogo deve ser, no mínimo, divertido. 

Article Categories:
Prévias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: