Resumo TNF – Dolphins 31 @ 13 Jaguars

Como já era de se esperar, o jogo entre Dolphins e Jaguars no EverBank Field foi divertido. O Thursday Night Football da semana 3 terminou com a vitória dos Dolphins por 31 x 13 nos Jaguars. Resultado surpreendente, já que Jacksonville entrou como favorito na partida por ter feito boas atuações contra times consideráveis. Mas Ryan Fitzpatrick estava em noite de Fitzmagic e levou seu time a uma vitória incontestável. Já pelo time da casa, Gardner Minshew não teve uma noite boa e decepcionou. 

O primeiro drive dos Dolphins já mostrava um ataque que conseguia fluir em campo. Principalmente pelo bom encaixe do jogo corrido com Miles Gaskin, RB draftado no sétimo round em 2019. Ao avançar em campo, o time não perdeu suas oportunidades dentro da linha de 5 jardas. Uma conexão com o WR Preston Williams e uma corrida na goal line de Jordan Howard colocou uma vantagem de 14 pontos para os Dolphins em seus dois primeiros drives.

Já os Jaguars não começaram bem. Talvez o único que apareceu desde o primeiro momento foi o RB James Robinson, calouro não draftado, que conseguiu boas corridas ao longo do primeiro tempo e anotou um touchdown que diminuiria a diferença. Entretanto, o time de Jacksonville parecia não acompanhá-lo. Pelos recebedores, Chris Conley começou muito mal a partida, dropando um passe fácil que daria o primeiro first down de Jacksonville no jogo, onde acabou saindo com um 3 and out. Keelan Cole não foi tão acionado quanto se esperava e o calouro Laviska Shenault fazia pouco, mas o melhor trabalho entre os wide receivers.

Miami fez um ótimo primeiro tempo. Deixou o placar 21×7 após novamente Fitzpatrick conseguir boas conexões e lançar outro touchdown. Quem apareceu dessa vez foi o TE Mike Gesicki, que já havia ido muito bem no jogo passado. Os Jaguars cometiam muitas faltas que prejudicavam drives. Tiveram a chance de diminuir a diferença, mas a linha ofensiva cedeu um sack importante para a defesa dos Dolphins, que tirou o time da zona de field goal no fim do primeiro tempo.

PM1_7096
Minshew sob pressão.
(Reprodução: Site oficial/Miami Dolphins)

Na volta do intervalo, as coisas não pareciam mudar tanto. Chris Conley droprara novamente, e os Jaguars teriam mais um punt pra conta. No entanto, o jogo ainda parecia aberto quando a defesa de Jacksonville conseguiu parar os Dolphins no drive seguinte. Mas, ao receber a bola dentro da própria linha de 5 jardas após bom punt de Miami, Gardner Minshew sofreu um fumble que foi recuperado pelo adversário e deixou Fitzpatrick na cara do gol. O QB não perdoou e ele mesmo correu numa quarta descida para entrar na endzone e deixar Miami com uma vantagem de 28×7 após o chute extra.

Daí pra frente, os Jaguars começaram a arriscar mais o jogo aéreo, para economizar tempo. Ainda conseguiriam anotar mais um touchdown, novamente com James Robinson, mas seguido de um erro de chute extra. A distância no placar ainda era considerável. Minshew teve que arriscar todas as quartas descidas dali pra frente e não teve sucesso. Os Dolphins ainda conseguiram chutar mais um field goal, deixando o placar final em 31×13. 

Destaques positivos:

  • Ryan Fitzpatrick (MIA)  – completou 18 de 20 passes tentados, lançou para 2 TDs e teve 38 jardas terrestres, além de um TD correndo.
  • Myles Gaskin (MIA) – Mesmo sem ter tido sucesso em tentativas perto da goal line no começo do jogo, correu para 66 jardas e recebeu os 5 passes em sua direção somando mais 29 jardas. Ajudou a fluir muitos drives.
  • James Robinson (JAC) – em noite apagada de Gardner Minshew, Robinson foi o melhor do time se mostrando um jogador promissor e tentando provar por que tem a confiança de seus treinadores. Anotou 2 TDs e teve 129 jardas totais.

Destaques negativos:

  • Gardner Minshew (JAC) – Decepcionou depois do que mostrou nas primeiras semanas. Apesar de ter lançado 275 jardas, não anotou nenhum TD, teve 1 intercepção, além de sofrer um fumble. Errou um passe para Chris Conley quando esse corria livre para a endzone.
  • Chris Conley (JAC) – Dropou passes importantes e cometeu faltas bobas. Foi mirado 8 vezes e só conseguiu 3 recepções. Teria anotado um TD se Minshew acertasse aquele passe.
  • Cam Robinson (JAC) – o jogador da linha ofensiva dos Jaguars deixou o time na mão após ser expulso do jogo quando passou do ponto ao se esquentar com o juiz.

O resultado deixa ambos com uma campanha 1-2. Miami fez um jogo para deixar seus torcedores felizes, e os Jaguars decepcionaram numa partida que poderia dar ainda mais confiança para um time que vinha bem até aqui.

Gabriel Lorenzo

Gabriel Lorenzo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: