Tem jogo de primetime nessa terça-feira!

Na temporada mais atípica da história da NFL, com jogos adiados e times sofrendo com surtos de contaminação por COVID-19, o Baltimore Ravens recebe o Dallas Cowboys no Thursday Night Football da Semana 13, que ocorrerá na terça-feira 08/12/2020.

Baltimore sofreu com um surto de contaminação entre jogadores e membros da comissão técnica, que causou um adiamento de sua partida contra os Steelers na semana passada. Essa partida que era a última do Thanksgiving, uma data muito importante nos EUA, foi disputada na última quarta-feira. Com todo esse conjunto de infortúnios, as equipes que estão em situação bem distintas na temporada buscam uma vitória importantíssima.

O mandante

Ainda há uma dúvida sobre quem será o QB titular dos Ravens. (Créditos: Shawn Hubbard/ Baltimore Ravens)

Os Ravens são provavelmente a maior decepção da temporada. A franquia que eletrizou a liga no ano passado, com atuações esplendorosas do MVP Lamar Jackson que transformou enfrentar Baltimore um pesadelo para os adversários, tem um desempenho muito aquém nesse ano.

Jogando numa AFC Norte que se prova por ser a divisão mais forte da AFC (talvez seja a mais forte da NFL) Baltimore vê seus rivais Steelers e Browns deslancharem na briga pelo título. Com um recorde de 6-5 e vindo de uma derrota para o invicto Steelers, os Ravens se veem na necessidade de vencer todas as partidas restantes para brigar por uma vaga nos playoffs. Felizmente, nos próximos 5 jogos apenas um adversários possui um recorde positivo na temporada, o rival Cleveland Browns. O caminho começa ao enfrentar o America’s Team, que está tão bagunçado esse ano como o país. O ataque dos Ravens adora correr com a bola e, quando tem todas suas armas a disposição, é um dos melhores da liga fazendo isso. Melhor ainda quando enfrentam defesas ruins contra a corrida, que é o caso de Dallas.

Baltimore teve sua primeira sessão de treino após semanas. (Créditos: Shawn Hubbard/ Baltimore Ravens)

Seja quem for o QB titular, Jackson ou McSorley, o duelo contra a secundária dos Cowboys deve ser favorável. Dallas está na parte de baixo de quase todos os rankings defensivos que envolvem a proteção contra o passe, o que deve facilitar a vida de quem estiver under center em Baltimore.

O visitante

Andy Dalton busca manter os Cowboys na disputa pela NFC Leste. (Créditos: Sam Smith/ Dallas Cowboys)

Mesmo no meio de uma temporada terrível em todos os sentidos, ainda há esperança de vencer a divisão para os Cowboys. Jogando na fraquíssima NFC Leste, Dallas está apenas um jogo atrás do líder Giants. Porém, tudo indica que a franquia de Texas é a mais fraca entre as mais fracas (vide a surra levada por Washington em casa no Thanksgiving).

O ataque não consegue produzir de maneira alguma. O corpo de WR’s é fenomenal, liderado por Amari Cooper e CeeDee Lamb. Porém, a lesão de Dak Prescott minou totalmente o poderio aéreo. A linha ofensiva, que vem sendo um forte da equipe há anos, sofre com muitas lesões e estará sem seus tackles titulares contra os Ravens.

O jogo corrido, comandado por Ezekiel Elliot, é fruto de mais decepções. Zeke tem a pior temporada da carreira, lidera a liga em fumbles na sua posição e só teve mais de 20 carregadas em 3 partidas no ano, o que é péssimo para um corredor que tem como força de seu jogo o volume. É possível que Dallas encontre algum sucesso se correr com a bola nessa terça, já que os Ravens não são nada excepcionais na defesa terrestre.

O que esperar enquanto você espera até terça-feira

Ambos os times não vivem bom momento e estão desesperados pela vitória. Porém, a vantagem do Baltimore Ravens é muito grande. Ao jogar em casa, com o possível retorno de seu QB e enfrentando uma defesa péssima contra a corrida, os Ravens provavelmente vencerão a partida para se manterem vivo na disputa por playoffs, enquanto os Cowboys se aproximam de iniciar os planos para o ano novo.

Alberto Torres

Alberto Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: