Tem Thursday Night Football com duelo na AFC Oeste!

Já estamos na Semana 15, reta final dessa temporada atípica da NFL. É o último jogo que acontecerá numa quinta-feira, então é momento de aproveitar um duelo de divisão na sua noite. O Las Vegas Raiders receberá (em seu novíssimo estádio) o Los Angeles Charges na busca de se agarrar nas últimas chances de ir aos playoffs.

O momento de ambos os times não é bom. LV está 7-6 no meio de uma briga com várias outras equipes por uma vaguinha no Wild Card, já que a divisão já pertence aos Chiefs. Os Chargers estão eliminados pela disputa por uma vaga e o clima não está legal por lá, com muitos especulando diversas reformulações na comissão técnica no fim da temporada.

O visitante

Justin Herbert tem boas chances de ser o calouro ofensivo do ano. (Créditos: Harry How/ Getty Images)

Os Chargers não têm mais pretensões na temporada. Para muitos torcedores, esse jogo tem um tom agridoce: é sempre bom derrotar um rival de divisão, ainda melhor se isso resultar em eliminá-lo dos playoffs; porém uma vitória complicaria a posição no draft do ano que vem.

Para quem acha que um time perde de propósito, a narrativa da derrota pode ser melhor. Mas, com o desempenho do time nos últimos jogos e como foi a temporada do Chargers, é muito provável que o HC Anthony Lynn está na berlinda. Caso seu time não mostre progresso e um bom desempenho na reta final, ele, sua comissão técnica e muitos jogadores estarão procurando emprego no começo do próximo ano.

LA perdeu para os Raiders no primeiro duelo nessa temporada, lá na semana 9. Ofensivamente, a atenção está no calouro sensação Justin Herbert. Sua atuação nas últimas semanas sofreu um declínio, mas o futuro do novato é promissor. Com precisão e força nos passes, qualquer jogo ele pode torrar defesas adversárias.

A defesa aérea dos Raiders apresenta bons números no ano, mas sofreu com Philip Rivers na semana passada. A situação complica ainda mais, visto que seu coordenador defensivo foi demitido depois da derrota. O pass rush só produziu 15 sacks no ano, empatado em penúltimo entre todas as 32 franquias nessa categoria. Além disso, os corredores dos Colts conseguiram mais de 200 jardas terrestres, e Austin Ekeler pode aproveitar para ter um jogo monstruoso.

O mandante

Josh Jacobs teve uma boa partida no primeiro duelo entre as equipes. (Créditos: raiderswire.usatoday.com)

Os Raiders já têm o título de time mais imprevisível do ano. A equipe reúne desempenhos completamente extremos: foi o único time a derrotar o Chiefs e, salvo uma das jogadas defensivas mais estranhas da história, quase perdeu para os Jets.

Com 3 jogos restantes, o momento é de aproveitar o jogo de primetime contra um rival que não joga por mais nada e iniciar uma sequência de vitórias. A batalha pelo Wild Card não é das mais complicadas, mas com os desempenhos atuais é difícil de acreditar que esse time jogará em janeiro.

Com o retorno de Josh Jacobs de uma lesão, o ataque ganha um dinamismo diferente. O QB Derek Carr já teve bons desempenhos no ano (um exemplo é a vitória contra os Chiefs) porém ele já acumulou jogos esquecíveis.

A defesa dos Chargers teve uma das melhores atuações na semana passada, interceptando Matt Ryan 3 vezes. Isso não é motivo de desespero para os torcedores dos Raiders, visto que todos lembram dos diversos jogos que a defesa de LA entregou no finalzinho.

O que esperar enquanto está esperando

Jogando em casa e com muito mais vontade de vencer, os Raiders são favoritos para vencer a partida. O que podemos torcer é que, nesse último jogo de noite nas quintas-feiras, o espetáculo valha a pena assistir.

Alberto Torres

Alberto Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: