O Thursday Night Football virou loucura em Las Vegas!

A última partida de quinta-feira entregou o que queríamos. Foi entretenimento até o fim, e esse fim foi bem longo, visto que o jogo só acabou no finalzinho da prorrogação. O Los Angeles Chargers (5-9) venceu o Las Vegas Raiders (7-7) por 30 a 27.

O jogo terminou empatado e só foi resolvido no fim da prorrogação. (Créditos: Mike Nowak/ Los Angeles Chargers)

A partida tomou rumos inesperados no começo, com a lesão do QB titular dos Raiders, Derek Carr. Seu reserva, o famigerado Marcus Mariota, entrou na partida e foi até o fim como o comandante do ataque.

O primeiro tempo

O começo do jogo teve certa animação. Justin Herbert já em sua primeira campanha mostrou para o mundo que tem muito potencial e talento. Ele lançou um TD para o TE Hunter Henry, que teve um bom desempenho no ataque aéreo.

Infelizmente para os Raiders, o dia de seu QB não foi bom. Carr jogou apenas as duas primeiras campanhas e saiu machucado, tendo que ser substituído por Mariota. O reserva mostrou que é um bom jogador, conduzindo uma campanha para TD logo quando entrou, ao conectar com o TE Darren Waller, que teve mais uma atuação monstruosa (9 recepções, 150 jardas e 1 TD).

Waller comemora seu TD. (Créditos: Michael Clemens/ Las Vegas Raiders)

O segundo tempo

Na segunda etapa o jogo terrestre de LV foi muito bem. A defesa dos Chargers provavelmente não tinha planejado enfrentar Mariota, e com isso a read option os castigou. O QB foi o melhor corredor da equipe, com uma média absurda de 9,8 jardas por corrida.

Depois que os Raiders empataram a partida em um TD terrestre de seu quarterback, os Chargers comandados por Herbert ainda tinham todo o último quarto para vencer o jogo. E não foi por falta de tentativa do calouro sensação, foi porque o kicker Michael Badgley teve outros planos. Ele errou 2 field goals no último período e o jogo foi para a prorrogação.

A prorrogação

Muitos sabem que quem vence o cara ou coroa e recebe a bola, acaba vencendo o jogo. Os Raiders tiveram a posse de bola inicial na prorrogação e precisavam anotar um TD para vencer o jogo. Na campanha, tudo parecia bem: Mariota correu bem com a bola, assim como Josh Jacobs ganhou boas jardas.

Mas, para dar ares de loucura, a defesa dos Chargers conseguiu segurar o ímpeto ofensivo e forçar Las Vegas a chutas um field goal. Na campanha seguinte, Justin Herbert meteu o loko e venceu o jogo. Após um passe de mais de 50 jardas, o QB sofreu um fumble na linha de 1 jarda e teve que correr mais uma vez para anotar o TD derradeiro.

O que vem por aí

Agora 7-7 na temporada, e jogando como está atualmente, a chance de playoffs para os Raiders é baixíssima. A equipe recebe os Dolphins na semana que vem, um adversário na disputa do Wild Card, e precisa vencer a partida para se manter vivo na briga. Os Chargers, agora 5-9, podem aproveitar uma boa vitória contra um rival de divisão e reclamar também de piorar a posição no draft.

Alberto Torres

Alberto Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: