Resumo TNF PHIxNYG: é ruim mas é bom

A partida do Thursday Night Football entre Philadelphia Eagles e New York Giants era a chance de desafogo para ambas equipes. No fim das contas não parece ter sido o ideal para nenhuma.

No Lincoln Financial Field, os mandantes abriram o placar em 7×0 em uma primeira posse com boa sintonia entre Carson Wentz e seus companheiros. Após o bom início, o ataque degringolou e só marcou 3 pontos até o último quarto, com direito a uma interceptação para seu QB.

Os Giants se aproveitaram da inconsistência ofensiva, que aos poucos se torna carta marcada dos Eagles, e virou o jogo. No último período abriram 21×10, com direito a uma interceptação de Daniel Jones também.

Falando de Daniel Jones, essa partida pareceu ser simbólica para o camisa 8 e para os Giants no geral, em especial quando Jones conseguiu uma corrida de 80 jardas, onde tinha o caminho livre para o TD, mas aparentemente faltou gás e ele tropeçou sozinho, sendo parada na redzone.

No fundo, os Giants são isso: lutam, custam para engrenar, e quando finalmente conseguem uma situação que parece favorável, o time tropeça e si mesmo após muito nadar, morre na praia.

Em contrapartida os Eagles também apresentaram um simbolismo, uma vez que outra carta marcada da equipe parece ser a ressurreição nos momentos decisivos. Em semelhança ao jogo passado contra os Ravens, onde se recuperaram no placar no último quarto, Carson Wentz repetiu a dose e virou o jogo para 22×21 no minuto final.

Os Giants ainda tiveram a posse final, porém mais uma vez as deficiências apareceram e o jogo terminou em um Fumble de Daniel Jones, mais uma vez muito mal protegido pela sua OL.

No fim das contas, um jogo divertido, mesmo que mais por trapalhadas e cenas cômicas do que em organização dos times, mas certamente sentiremos falta de jogos assim quando a temporada acabar.

Philadelphia respira pela vitória, mas a atuação pode preocupar, principalmente pelo sufoco que os Giants empuseram, obrigando os mandantes a remarem 11 pontos mesmo com uma equipe, ao menos no papel, inferior. Os Eagles agora em 2-4-1 seguirão na disputa pela anêmica NFC East.

Enquanto os Giants amargam 1-6 de recorde, o clima é de pensar no futuro, visar o draft onde eles certamente estarão bem colocados, para ajudar Saquon Barkley e Daniel Jones, ou então substituí-lo caso consigam contar com Trevor Lawrence para 2021.

Rhuan Firmino

Rhuan Firmino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: