Review MNF #15 – Pittsburgh Steelers x Cincinnati Bengals

O Pittsburgh Steelers está completamente desfuncional. Errata, o ataque do time está completamente desfuncional. A defesa esta jogando como pode e produzindo em alto nível ainda, uma atitude extraordinária. Assim, é possível dizer que o tempo está batendo na porta de Big Ben e aliado a isso, o time não tem running backs de qualidade para produzir um jogo corrido efetivo e os recebedores estão mais preocupados em fazer vídeos para mídias sociais do que treinar.

Problemas, problemas e problemas

Os drives são curtos demais, a defesa não tem tempo para descansar e junto disso, o ataque ainda tem problemas com turnovers e drops. Ontem no jogo, Ben não conseguia lançar a bola em profundidade, estava visivelmente difícil para ele fazer isso, e novamente, como a defesa adversária está desprezando o jogo corrido, os safeties recuam e trancam o fundo do campo.

Jammes Conner não é a solução para o jogo corrido de Pittsburgh. (AP)

O melhor cenário para os Steelers é manter a defesa com os FA, como por exemplo Mike Hilton e Bud Dupree, e solucionar seus problemas ofensivos via draft, priorizando as posições de QB, RB e OL. Porque com o esquema ofensivo atual e a atitude da unidade ofensiva, o time vai ser eliminado na primeira rodada dos playoffs e isso será um grande vexame.

Para os Bengals, um enorme parabéns. Mesmo eliminado de playoffs, o time jogou duro e não permitiu que os Steelers se criassem no jogo. Destaque para Carl Lawson que deu uma noite dura para o Villanueva, LT do time adversário; Jessie Bates, que ficou patrulhando o fundo do campo e para Ryan Finley que obteve sua primeira vitória da carreira em cima de uma das melhores defesas da liga.

É possível dizer que o tempo de Big Ben como Qb do time está acabando. (AP)

Article Categories:
Reviews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: