Resumos da Semana #2 – Jogos de domingo à tarde

Este texto foi produzido pelos nossos redatores Alberto Torres, Alex Porto, Rafael Giovanni e Renato Falcão.

Os jogos de domingo a tarde movimentaram a semana 2 da NFL. Mas, o que mais chamou atenção, infelizmente, foram as lesões. Diversos jogadores se machucaram a desfalcaram seus times. Para saber o que rolou nas partidas de hoje, se liga na nossa análise da rodada de domingo a tarde!

New York Giants 13 @ 17 Chicago Bears

Em um jogo maluco e marcado por lesões dos Giants, o Chicago Bears vence em casa e está 2-0 na temporada.

Chicago começou a partida de maneira avassaladora, com o ataque marcando com facilidade e a defesa anulando totalmente o ataque de NY. O jogo ficou marcado pela lesão do RB Saquon Barkley no segundo quarto, o que trouxe grande preocupação para a torcida dos Giants.

Já no segundo tempo, o tom da partida mudou totalmente. Após ir para o vestiário liderando por 17-0, Chicago não marcou nenhum ponto nos últimos quartos e quase viu a vitória escapar do seu alcance.

Ambos os QB’s não jogaram bem, com 2 INT para Trubisky e 1 INT e 1 fumble para Daniel Jones. A semana dos ataques será recheada de erros para corrigir, enquanto as defesas tentam manter o ritmo para o restante da temporada.

Na próxima semana, Chicago vai para Atlanta enfrentar o poderoso ataque dos Falcons, que tem uma média de 28 pontos por jogo. Já os Giants voltam ao MetLife Stadium para enfrentar os atuais campeões da NFC, San Francisco 49ers.

Atlanta Falcons 39 @ 40 Dallas Cowboys

Não há dúvidas: nunca duvide da capacidade do Atlanta Falcons entregar uma partida. Muitos méritos vão para os Cowboys por conseguirem a incrível vitória de virada, porém, todos os sinais apontavam para uma vitória pela equipe de Atlanta.

Os dois ataques provaram ser poderosos, com o placar final sendo 40×39 a favor do mandante. Dak Prescott foi o destaque de Dallas, com 450 jardas passadas e 1 TD aéreo, mais 3 TD’s corridos. Matt Ryan não ficou muito atrás, com um excelente jogo de 273 jardas e 4 TD’s lançados.

Cowboys vs. Falcons live blog: Score updates, highlights, injury news, and  more - Blogging The Boys
Dak liderou a virada inacreditável dos Cowboys (Créditos: Dale Zanine-USA TODAY Sports)

A maior emoção da partida veio nos últimos minutos do último quarto. Após uma recepção incrível de Michael Gallup, Dallas marcou um TD e ainda perdia por 39×37. Era necessário ainda recuperar um onside kick, o que ficou muito mais difícil após a mudança de regra. Porém, o special teams de Atlanta resolveu dar esse presente numa jogada muito bizarra, e Dallas aceitou. Após algumas jogadas, o K Greg Zuerlein acertou o FG e garantiu a virada apoteótica no AT&T Stadium.

Na Semana 3 o Atlanta Falcons volta para casa enfrentar o 2-0 Chicago Bears, tentando evitar entrar num buraco maior ainda. O Dallas Cowboys visita um dos times mais temidos quando joga em casa, o Seattle Seahawks.

Detroit Lions 21 @ 42 Green Bay Packers

Após um primeiro quarto que indicava uma possível zebra, os Packers domaram os Lions e venceram com certa facilidade.

O RB Aaron Jones teve uma partida estelar anotando 3 TD’s no total, sendo o principal corredor com 168 jardas em 18 tentativas (uma média impressionante de 9.3 jardas por tentativa!) e o principal alvo dos passes do QB Aaron Rodgers, com 4 recepções para 68 jardas.

A defesa de Detroit não foi capaz de derrotar a dupla Aaron-Aaron, enquanto isso o ataque teve um excelente primeiro quarto marcando 14 pontos, mas desapareceu a partir disso e só voltou a marcar no último quarto. Quando o ataque joga contra um dos melhores times da liga, inconsistência não pode ocorrer.

Depois de começar a temporada 0-2, a equipe do HC Matt Patricia viaja para enfrentar o Arizona Cardinals (que derrotou o atual campeão da NFC 49ers na Semana 1). Liderando a divisão junto com os Bears, os Packers vão ao Superdome enfrentar os Saints no próximo Sunday Night Football.

Jacksonville Jaguars 30 @ 33 Tennenssee Titans

Em um dos jogos mais emocionantes da rodada, os Titans, liderados por Ryan Tannehill (4 touchdowns e 0 interceptações), venceram em casa por 33 a 30.

Tennessee começou a partida vencendo por duas posses após se aproveitar da primeira interceptação da carreira de Minshew fora de casa. Os Jaguars chegaram a responder com um touchdown na campanha seguinte, mas o primeiro tempo terminou 24 a 10 para a equipe da casa.

Faltando pouco mais de sete minutos para o fim, Minshew empatou a partida com um passe para Chris Thompson e o placar ficaria assim até a pontuação vitoriosa. Ao final de uma campanha longa, Stephen Gostkowski marcou um field goal de 49 jardas que acabaria garantido a vitória para Tennessee. Jacksonville ainda teve a chance de pontuar na última campanha, mas Minshew foi interceptado, selando o destino da partida.

Gostkowski termina a partida 100% e define novamente (Créditos: Frederick Breedon).

Minnensota Vikings 11 @ 28 Indianapolis Colts

As 3 interceptações de Kirk Cousins foram fundamentais para a derrota de Minnesota contra os Colts.

Os Vikings começaram a partida vencendo por 3 pontos e ainda interceptaram Rivers na campanha seguinte, mas não pontuaram novamente até o último quarto. As campanhas seguintes do visitante terminaram em punt, punt, safety, interceptação e interceptação, e o primeiro tempo se encerrou com o placar de 15 a 3 para os Colts.

A equipe da casa marcou mais 13 pontos, sem resposta do adversário, contando com um touchdown do RB novato Jonathan Taylor que se tornou o titular após a lesão de Marlon Mack contra os Jaguars. Minnesota ainda chegou a marcar um touchdown em sua última campanha, mas a partida já estava decidida e os Colts se consagraram vencedores com Rivers ajoelhando após o two minute warning.

Colts se aproveitam de muitos erros do adversário e vencem em casa (Créditos: Colts.com).

Buffalo Bills 31 @ 28 Miami Dolphins

Hoje, Josh Allen foi elite. 424 jardas passadas para 4 touchdowns, garantiram a vitória para o Bills contra o time de Miami. Stefon Diggs também foi importante para a vitória, com 153 jardas e 1 TD. Pelo lado de Miami, apesar de ter um elenco mais inferior lutou até o final e quase cometeu o crime contra os Bills. Destaques para o QB Ryan Fitzpatrick que teve 328 jardas passadas e 2 touchdowns e sem nenhum turnover, e também para o TE Mike Gesicki que teve 130 jardas e 1 touchdown. Mas uma pergunta ainda fica para os torcedores de Miami: Quando Tua Tagovailoa irá estreiar pelo time?

San Francisco 49ers 31 @ 13 New York Jets

Hoje, apesar da vitória, não é um bom dia para ser fã do Niners. Perdendo em um só jogo, Nick Bosa, Jimmy Garoppolo, Solomon Thomas e Raheem Mostert, o time californiano tem que se preparar para notícias ainda piores, principalmente para o DE Nick Bosa, que muito provavelmente rompeu o ligamento do joelho e estará fora da temporada. Fora isso, a derrota já era praticamente certa para os Jets.

Sam Darnold está sozinho no time, jogo corrido completamente estagnado, tendo que ser salvo pelo Frank Gore (sim, o Frank Gore que você está pensando) e no jogo aéreo, a opção mais viável para o Darnold era o Chris Hogan. Tudo errado em Nova York, seja linha ofensiva, wide receivers, defesa, tudo. Adam Gase, seu tempo no Jets está contado.

Sam Darnold está em um time inerte(Créditos: Jeffrey T Barnes)

Los Angeles Rams 37 @ 19 Philadelphia Eagles

A partida começou com um fumble de Mile Sanders na primeira campanha, que foi respondido logo em seguida com um touchdown de Los Angeles. A equipe visitante seguiu forte no ataque e no início do segundo quarto vencia por 21 a 3, após o TE Tyler Higbee marcar pela segunda vez no dia. Philadelphia estreou o novato Jalen Hurts alinhado como recebedor e chegou a diminuir a diferença para 5 pontos ainda no final do primeiro tempo com dois touchdowns corridos.

Porém, em sua primeira campanha do segundo tempo, Wentz foi interceptado e os Rams capitalizaram com um field goal. Los Angeles então tomou conta da partida, e abriu a diferença para 18 pontos, com Higbee pontuando pela terceira vez em um passe de Goff.

Os Rams vencem mais uma vez, enquanto Philadelphia segue para a semana 3 sem vitórias na temporada.

Denver Broncos 21 @ 26 Pittsburgh Steelers

A defesa de Pittsburgh mais uma vez provou ser a melhor da NFL. No momento decisivo do jogo, ela aparece e ganha o jogo para o time da Pensilvânia. Infelizmente, Drew Lock se lesionou no jogo e não pode continuar, mas mesmo assim, Denver pressionou até o final e mostrou muita garra na partida. Já para os Steelers, é necessário um outro olhar na chamada de jogadas do ataque pois isso está comprometendo bastante o lado ofensivo e poderia ter perdido o jogo hoje caso não houvesse uma defesa elite para segurar o jogo. Grande destaque da partida vai para para o rookie WR Chase Claypool que fez um touchdown de 84 jardas.

Carolina Panthers 17 @ 31 Tampa Bay Buccaneers

Week 2 Most Impressive: Bucs vs. Panthers | Pewter Report
Primeira vitória dos Bucs na temporada (Créditos: pewterreport)

O que falar desse jogo? Primeiro podemos ver a intensidade e superioridade do time dos Buccs no primeiro tempo, mesmo sem Chris Godwin. Com jogadas variadas – desde corridas, passes curtos e longos, até flea flicker – Tampa Bay conseguiu abrir 21x 0. Mas, após dois quartos de fumbles, passes interceptados e decida pra quarta decida com fake punt cedendo a posse de bola, os Panthers contra atacaram no segundo quarto e aí foi a vez de Tampa Bay cometer erros, como ceder interceptações. O time de Carolina aproveitou para fazer 14 a 21 com a defesa de Tampa Bay perdida, voltando assim para o jogo.

A defesa de Tampa conseguiu retomar boas jogadas após o susto e então os dois times converteram um Field Goal. O que podemos destacar foi a maior utilização do running back Leonard Fournette, fazendo recepções e corridas boas. Brady está cometendo alguns erros desde que chegou em Tampa Bay, como interceptações demasiadas ou jogadas preciptadas, mas com o tempo acostuma e pega o ritmo do time.

Do lado de Carolina, além do ataque, a defesa está evoluindo, mesmo cedendo jardas e pontos nesse jogo, em vários momentos obrigou os Buccaneers a irem para o Punt. Ver como todos esse times irão se desenvolver em uma temporada atípica será intrigante.

Washington Football 15 @ 30 Arizona Cardinals

No estádio da Universidade de Phoenix ocorreria um jogo muito esperado entre dois times que surpreenderam na estreia, para saber qual se manteria invicto ainda. Duas defesas fortes que não cedem facilmente jardas e pontos. Como um, não tão surpreendente, diferencial que tirou o 0 a 0 do placar, DeAndre Hopkins recebeu um passe de Murray pra marcar um touchdown na primeira decida ao ataque. O jogo ficou fechado e ambos os lados foram forçados a fazerem o Punt, até que Murray consegue correr pro abraço dos gritos e vibrações dos torcedores na end zone.

Só no terceiro quarto o time de Washington foi tirar o 0 de seu placar. Com um Field Goal a equipe faz 20 a 3, mas o trio ofensivo Kyler Murray, Fitzgerald e Hopkins estava pegando fogo e então Murray faz mais um TD corrido. Haskins ainda passa para um touchdown de McLaurin, mas o placar estava bem distante, Gibson então faz mais um TD, chegando o placar a 27-15. Ainda teve mais um Field Goal para a equipe de Arizona ampliando mais o placar pra uma diferença de 15 pontos, então o jogo é terminado com uma grande exibição de ambos os lados. Os Cardinals se mantém invictos na temporada com o famoso 2-0 e seguem confiantes.

Kansa City Chiefs 23 @ 20 Los Angeles Chargers

Depois de um primeiro jogo de amargar contra Cinccinati, os Chargers não tinham muitas esperanças pra uma vitória contra os últimos campeões do SuperBowl, a menos que ocorresse uma mudança e evolução em seu jogo. Foi o jogo de estreia do quaterback Justin Herbert no time, escolha número 6 do último draft e esperança de ser a nova cara da franquia.

Logo no começo, o time de Los Angeles consegue 35 jardas em uma corrida terrestre com Kelley após um passe lateral, animando os torcedores e trazendo a esperança de volta. Então Tyrod Taylor deixa o campo dando espaço para o rookie Herbert. Algumas jogadas em seguida Herbert corre e marca ele mesmo um touchdown corrido de 11 jardas deixando os Chargers a frente. A defesa conseguiu segurar o ataque de Mahomes e Kansas, forçando eles a chutar um Punt, e mesmo não marcando pontos nessa decida e cedendo a bola, os Chargers novamente seguram o ataque dos Chiefs para outro Punt. Novamente o ataque de Los Angeles não marca, mas a defesa se mostra forte e consistente forçando outro Punt de Kansas. A história por parte do ataque dos Chargers se repete, mas dessa vez Mahomes lança para seu Tight End Kelce, marcando um touchdown mesmo com a conversão de chute sendo bloqueada, o time de Kansas City mostra que não será tão fácil parar eles, demonstrando como se faz e dizendo que o jogo está só no começo.

Mas os Chargers não estavam para brincadeiras e Justin Herbert lança seu primeiro passe para touchdown na NFL. Ambos os times marcam um Field Goal e o placar se dá como 17 a 9, em um jogo acirrado com um quarto inteiro para acontecerem ainda. No último quarto, o time de Los Angeles conseguiu apenas um Field Goal, enquanto Mahomes, além de um touchdown, conseguiu uma conversão de 2 pontos com um passe e mais tarde um Field Goal empatando o jogo e levando para a prorrogação.

Na prorrogação, KC leva o jogo com um chute de Field Goal. Em um jogo que era esperado o massacre, Los Angeles mostrou que tem uma boa peça para o futuro da sua franquia.

Baltimore Ravens 33 @ 16 Houston Texans

O último MVP da liga, Lamar Jackson, liderou os Ravens para uma vitória de três posses contra os Texans de Deshaun Watson.

Depois de um primeiro quarto com apenas 3 pontos de Baltimore, Jackson lançou para o FB Patrick Ricard marcar o primeiro touchdown da partida. Houston conseguiu responder com um TD de Darren Fells na campanha seguinte, diminuindo a diferença para 3 pontos.

O problema é que após um field goal dos Ravens, os Texans sofreram um fumble que foi retornado para touchdown, e na tentativa de responder, Watson foi interceptado. O placar era de 10 pontos de diferença no início do último quarto quando Mark Ingram correu 30 jardas em uma quarta descida e marcou o touchdown.

A partir disso a partida não saiu do controle de Baltimore, que segue invicto na temporada, enquanto os Texans buscam a primeira vitória depois de dois confrontos difíceis.

Ravens de Lamar seguem invictos após o confronto contra os Texans (Créditos: Alex Bente).
Redação Kickoff Brasil

Redação Kickoff Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: