Injury Report – Por que tantas lesões?

Esse texto foi produzido pelo nosso redator Rhuan Firmino.

Que essa é uma temporada de NFL no mínimo atípica, todos sabem. Obviamente com a pandemia vieram muitas mudanças e adaptações no esporte para que tudo funcione do melhor jeito possível, desde a falta de público aos protocolos de segurança, é indiscutível o esforço da liga em manter as coisas sob controle. Mas, infelizmente, não é possível manter tudo perfeito em todos os âmbitos, ainda mais com a imprevisibilidade inerente ao esporte.

E uma diferença notável nessa temporada de NFL são as lesões, que sempre foram presentes, porém após essa primeira semana fica a sensação de termos mais lesões que o normal, e a razão talvez seja bem simples.

Marlon Mack se lesionou logo no primeiro jogo da temporada. (Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved)

Nessa primeira semana chamaram a atenção lesões de jogadores importantes, principalmente de ataque, como o WR Michael Thomas que tem expectativa de ficar várias semanas sem entrar em campo pelos Saints. Junto a ele podemos destacar o RB Marlon Mack e o TE Blake Jarwin que estão fora da temporada de Colts e Cowboys – respectivamente.

O RB Le’Veon Bell saiu da partida e não voltou a campo, preocupando o New York Jets. Na mesma situação temos o TE George Kittle, peça fundamental dos vice campeões, os 49ers.

Além dessas lesões na semana 1 pode-se perceber importantes contusões anteriores à rodada, como maior exemplo o LB dos Broncos, Von Miller, entre outros. Mas, por que exatamente os jogadores estão sofrendo tanto com esses problemas nesse início de temporada? Teria alguma explicação ou simplesmente “a bruxa tá solta”?

Von Miller's Injury a Severe Blow to Broncos' Super Bowl Dreams | Bleacher  Report | Latest News, Videos and Highlights
Os Broncos perdem seu principal jogador com a lesão de Von Miller

Uma boa hipótese para explicar essa situação é a falta de pré temporada que todos os times sofreram. Ela é julgada como fundamental para que os jogadores adquiram ritmo de jogo, ainda mais em uma liga tão física quanto a NFL. Nesse caso podemos apontar para os running backs, que mais do que ninguém precisam de ritmo constante de exercício, afinal o corpo precisa se acostumar com as corridas e à absorção de impacto que a posição sofre. Isso pode ser refletido nas lesões de Mack e Bell, além de jogadores saindo pela metade e não retornando, como o caso de James Conner dos Steelers.

Mas é bom frisar: as lesões sempre foram e sempre serão presentes na NFL pelo alto nível físico que o jogo exige, tanto que contusões em jogadores atuantes nas trincheiras, onde a maior parte do impacto bruto acontece, seguem sendo tratadas com normalidade.

Afinal, o que se pode fazer para resolver o problema da ausência de pré temporada? Bom, nesse exato momento nada. A temporada já teve seu início e as equipes terão que se adequar ao ritmo conforme as partidas forem acontecendo ao longo do campeonato.

E aos espectadores, resta a torcida para que essas situações chatas ocorram no menor volume possível, apesar do indicativo não ser tão dos mais animadores.

Article Tags:
· · · · · · ·
Article Categories:
Artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: