Paciente da semana: Cleveland Browns

O Cleveland Browns venceu o Jacksonville Jaguars no último domingo pela Semana 12 e chegou a 8-3. De fato não foi uma vitória bonita, principalmente pelo adversário estar 1-10, mas foi o suficiente para se manter como primeiro wild card na AFC. Entretanto, esse time realmente parece outro Cleveland Browns, diferente do que estávamos acostumados, e é sobre isso que quero falar hoje.

Baker Mayfield

Este homem mudou a equipe de Ohio. Quando o assunto era Cleveland Browns os pensamentos mais comuns sempre foram: fracasso, 0-16, azarados, perdedores. Mas é isso que você pensa hoje em dia? Não me entenda errado, não estou dizendo que os Browns são um contender ao Super Bowl, mas parece que estamos vendo uma mudança de cultura. O futuro pode me provar errado? Sim. Mas não acredito que seja o caso, e isso começou com Baker Mayfield.

Quarterback do Cleveland Brown, Baker Mayfield, comemorando um touchdown.
Baker comemorando um touchdown. Créditos: David Richard/AP Photo

Baker venceu sua primeira partida na NFL e acabou com uma sequência de 19 (!) derrotas em Cleveland. Além disso, quebrou o recorde de Peyton Manning de mais touchdowns passados por um QB novato, com 3 jogos a menos. Não se esqueçam que Mayfield começou a carreira sob comando de Hue Jackson (11-44-1) e Freddie Kitchens, estando agora em seu quarto HC. Nesse sentido, não é fácil para um quarterback novato lidar com tantas mudanças (ainda não te superei Josh Rosen), e isso pode explicar um pouco de sua regressão em 2019. Nessa temporada são 1314 jardas, 17 TDs e 7 INTs, visto que os Browns tem um ótimo jogo terrestre, mas são bons números. “Mas ele perdeu um wide receiver completamente livre na endzone na última partida”

Quem nunca…? Russell Wilson errou um passe parecido para Metcalf na segunda-feira e não recebeu metade das críticas. É preciso mais calma e paciência, me parece que existe uma má vontade com o quarterback e com a equipe. Não me entenda errado novamente: Mayfield é um quarterback de elite, que carrega o time a vitórias, merece 10 anos de contrato e vai vencer Super Bowls? Provavelmente não. Mas ele iniciou uma nova era no Cleveland Browns, ou você acha que Odell aceitaria receber passes de DeShone Kizer?

Eu sei que você precisa de números…

Antes de mais nada, é claro que Baker não é o único responsável pela mudança em Cleveland. A diretoria tem seus méritos nos últimos drafts, e principalmente pela contratação de Kevin Stefanski. Afinal, o técnico consegue tirar o melhor de seus jogadores, seja correndo bem com Chubb e Hunt, confiando em Odell (saudades) e Landry para produzir jardas após a recepção, ou chamando mais play actions e roll outs (ALÔ DOUG PEDERSON) para Baker se sentir mais confortável. Agora sim alguns números…

Melhor campanha desde 1999, primeira temporada em 12 anos sem mais derrotas que vitórias, último ano de playoffs em 2002. Se isso não é mudança de cultura eu não sei o que é… Finalmente o time atendeu as expectativas criadas em 2019. Só poderia ser em 2020. Apesar dos problemas de lesão, esse time vem jogando bem e ainda enfrenta Titans, Ravens, Giants, Jets e Steelers. Não se espantem se os Browns terminarem o ano com 11 vitórias. E por mais estranho que isso pareça, ou não, esse pode ser o novo patamar normal da equipe. A NFL e o fã de futebol americano agradecem, Cleveland, pois quanto mais competição, melhor.

Psicólogo da NFL

Psicólogo da NFL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: