O Tampa Bay Buccaneers leva o Monday Night Football!

A zebra passeou, mas não levou a vitória. Em mais um jogo em que os New York Giants poderiam vencer a partida, decepção é o sentimento predominante para os torcedores da franquia. No final, deu Tampa por 25 a 23.

Em uma partida que indicava inicialmente um grande favoritismo para a equipe dos Bucs, a narrativa na partida foi bem diferente daquela que todos esperavam. Com um ataque recheado de jogadas imprevisíveis e correndo bem com a bola, NY completamente controlou o primeiro tempo do jogo.

 O primeiro tempo

Dion Lewis faz uma recepção incrível para o primeiro TD da partida (Créditos: Corey Sipkin/AP Photo)

Os Giants tiveram seu melhor primeiro tempo do ano. A defesa pressionou Tom Brady e eliminou o jogo terrestre de Tampa. O ataque encontrou um bom ritmo e anotou dois TD’s contra a fortíssima defesa dos Bucs.

Tudo caminhava para uma vitória dos Giants, em um desempenho que surpreendeu todos. Daniel Jones errou alguns passes no primeiro tempo, mas encontrou Dion Lewis na endzone e comandou o ataque no touchdown corrido de Wayne Gallman.

Enquanto isso, Brady era frustrado e descontava sua raiva no capacete. Tampa conseguiu apenas 2 FG’s no primeiro tempo, e não conseguiu se aproveitar da defesa dos Giants, que sofre muitos pontos nos 2 últimos minutos de cada tempo. O fumble de Ronald Jones abalou sua confiança, que só voltou a receber um snap no terceiro quarto.

O segundo (e agitado) tempo

A defesa de Tampa apareceu no segundo tempo (Créditos: Tampa Bay Buccaneers)

A história da metade final do jogo foi uma já conhecida pela torcida de NY. Daniel Jones errou alguns passes claros e cometeu turnovers simplesmente absurdos. Em duas jogadas em que o QB dos Giants resolveu virar o herói da partida, a defesa dos Bucs o interceptou e mudou completamente o rumo da partida.

Mesmo com a unidade defensiva dos Giants jogando bem, os erros foram custosos. Brady achou e conectou com seus recebedores, avançando no campo. Como se isso não fosse o suficiente, o calvário dos Giants piorou quando a arbitragem resolveu chamar faltas muito questionáveis.

Mesmo assim, o jogo trouxe emoção até o momento final. Com 8 pontos atrás no placar e mais de 2 minutos no relógio, DJ teve uma chance de redenção e mostrou que tem talento. Em um excelente passe para o WR Golden Tate, NY anotou o TD e precisava da conversão de 2 pontos para levar a partida para a prorrogação.

Depois de lançar um passe incrível na jogada anterior, Jones demorou na leitura e soltou a bola com atraso, permitindo que o S Antoine Winfield Jr. desviasse o passe em um lance que deixou um questionamento sobre uma possível falta no lance (inicialmente a falta foi marcada, porém os árbitros cancelaram a marcação).

O que vem por aí

Com a vitória, Tampa (6-2) lidera a NFC Sul e terá mais um jogo de primetime, enfrentando em casa seu rival New Orleans Saints no próximo Sunday Night Football. Já os Giants, que começam a temporada 1-7 pela terceira vez nos últimos quatro anos, enfrentarão seu rival Washington Football Team, a única equipe que conseguiu a façanha de perder para uma equipe de NY na temporada.

Alberto Torres

Alberto Torres

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: