Prévia MNF: Green Bay Packers @ Atlanta Falcons

Mais um jogo de Primetime de Aaron Rodgers e mais uma prova de fogo para Matt Ryan e os Falcons, que precisam se provar na NFL – especialmente depois das últimas apresentações do time.

Aaron Rodgers está semana após semana mostrando que é nome forte na briga pelo MVP da temporada. Mesmo com limitações no corpo de recebedores e jogando sem seu melhor recebedor na semana passada, o Quarterback teve uma exibição de gala contra o New Orleans Saints e sua forte defesa.

Foram 21 passes completos em 32 tentativas, somando 283 jardas, 3 Touchdowns e nenhuma interceptação. Números que foram conseguidos contra uma das defesas mais badaladas da liga. A cada jogo que passa, Rodgers mostra mais armas para ter seu nome citado como um possível MVP.

Crédito: Kevin C. Cox/GettyImages

Do outro lado temos Matt Ryan. Um dos mais subestimados Quarterbacks da liga atualmente. Ryan tem todas as armas de um Qb considerado elite, mas por algum motivo, esse status ainda possui um asterisco para a maioria das pessoas.

No último jogo, Ryan teve bons números. Não para colocá-lo na briga do MVP, mas números de um quarterback sólido, apesar de ter lançado uma interceptação – e isso, sem contar com o melhor WR da liga, Julio Jones.

O confronto entre os quarterbacks é só um dos atrativos desse Monday Night Football.

PROBLEMAS PARA FINALIZAR JOGOS

Os Falcons ficarão eternamente conhecidos pelo time que tomou a maior virada da história do Super Bowl, quando chegou a estar ganhando por 28 – 3 do New England Patriots no Super Bowl 51, e mesmo assim perdeu o jogo.

Mas levar viradas tem se tornado algo corriqueiro para o time de Atlanta. Só esse ano foram ao menos duas viradas embaraçosas para os comandados de Dan Quinn. Contra os Cowboys, o time chegou a abrir uma diferença de nove pontos e tomou a virada nos últimos minutos da partida.

Já contra o Chicago Bears a situação foi mais embaraçosa. Viu o time adversário ser forçado a trocar seu Quarterback, e o até então backup Nick Foles, comandar a virada. Pela segunda semana seguida, seu time não consegue finalizar jogos.

Isso pode ser novamente fatal contra um time como os Packers. O time do Winsconsin é um dos mais consistentes na NFL até aqui. Além de não ter sido derrotado na temporada, é o único que não cedeu nenhum Turnover para os seus adversários. Isso torna a missão do visitante ainda mais difícil.

DESFALQUES E DÚVIDAS

Sem Davante Adams, os Packers abusaram da utilização de Allen Lazard que foi uma grata surpresa no último Sunday Night Football. Foram 6 recepções para 146 jardas e um touchdown. Ajudando muito o jogo aéreo de Rodgers, já que o principal alvo estava fora.

Mas o jovem recebedor não estará em campo segunda-feira. Ele está fora por tempo indeterminado, graças a uma lesão no abdômen.

Davante Adams, WR titular no ataque, tem sua participação no jogo listada como questionável.

Pelo lado dos Falcons, uma das melhores duplas de WR da Liga tem sua participação também questionável. Julio Jones com uma lesão na coxa e Calvin Ridley com uma lesão no tornozelo não estão confirmados para a partida, mas devem jogar.

A participação de ambos são peça chave para o desempenho dos Falcons. Sem os seus WRs, o ataque ficará muito concentrado em Todd Gurley, e mais previsível para a defesa adversária.

Crédito: Instagram Atlanta Falcons (@atlantafalcons)

Já para os Packers, seguir cuidando bem da bola e contar com mais uma atuação sublime de Aaron Rodgers é chave para garantir a quarta vitória na temporada.

E os Falcons, caso consigam abrir vantagem diante do adversário, precisam finalizar o jogo. Do contrário, esse estigma, de time que só toma viradas, não sairá das costas do time de Atlanta tão cedo.

Tauany Rodrigues

Tauany Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: