Resumos Semana #10 – Jogos de domingo à tarde

Este texto foi produzido pelo redatores Alex Porto, Caio Piccini, Davi Alves, Leandro Vaz e Rafael Giovanni.

Com vários jogos interessantes, a tarde de domingo já começou a definir o rumo de algumas equipes nesta temporada. O destaque ficou para o o super jogo entre Cardinals e Bills.

Buffalo Bills 30 @ 32 Arizona Cardinals

Em vitória inesperada e em uma partida lotada de emoção até os últimos momentos, os Cardinals vencem os Bills com uma Hail Mary e conquistam a 6° vitória na temporada.

Perdendo por 4 pontos até os 11 segundos finais, em um TD de 43 jardas para DeAndre Hopkins, Murray decretou a vitória para seu time com um passe miraculoso. O QB também correu para 2 TD’s e 61 jardas terrestres. Enquanto isso, Kenyan Drake teve 100 jardas terrestres e o WR Hopkins, 127 jardas recebidas em uma atuação dominante. Eles se encontram em ótima posição na divisão, assumindo a liderança da NFC West e são um dos times mais talentosos da NFL. Com certeza vamos ter mais histórias pra contar sobre este time. A próxima partida é contra os Seahawks.

Pelo lado dos Bills, poderíamos ter visto um final mágico com o TD de Josh Allen para Stefon Diggs no último minuto da partida. Ambos estão entre os melhores de suas respectivas posições na temporada, porém a defesa não conseguiu conter o ataque adversário. Foi a terceira derrota deles na temporada, ainda sendo um dos principais times da NFL. A próxima partida é contra os Chargers.

San Francisco 49ers 13 @ 27 New Orleans Saints

SF 49ers can't hold off Alvin Kamara, Saints in Week 10
Alvin Kamara novamente foi produtivo para os Saints
(Photo by Chris Graythen/Getty Images)

Em mais uma partida absurda do RB Alvin Kamara, os Saints sofreram no início mas souberam se reencontrar no jogo e venceram os 49ers.

Drew Brees não terminou a partida pois após um sack, sentiu dores e então Jameis Winston entrou em seu lugar. Nada mudou para New Orleans, que com paciência foi encaixando o ritmo, principalmente com Kamara, e decretou o resultado de 27 a 13. O número 41 teve 3 TD’s no total, sendo 2 terrestres e 1 recebido, ainda com o passe de Drew Brees. Na próxima semana o time pega os Falcons.

Já os 49ers nada podiam fazer, mesmo saindo na frente do placar. O elenco que se encontra cheio de contusões, até conseguiu deixar o jogo interessante por uns minutos, porém não aguentou a versatilidade de New Orleans. Com turnovers e jogadas equivocadas, eles até tentaram uma reação, porém sem sucesso. A próxima partida será contra os Rams.

Philadelphia Eagles 17 @ 27 New York Giants

No jogo mais louco da NFC os Giants venceram os Eagles por dez pontos de diferença e acabaram com a freguesia que estava prevista há algum tempo.

Os Eagles não tiveram forças suficientes para vencer a partida, que foi decidida pela eficiência ofensiva de cada time. O único turnover que aconteceu foi ao final da partida onde os visitantes tinham que ir para o tudo ou nada e acabaram entregando o resultado para os donos da casa. Os Giants finalmente conseguem vencer duas partidas consecutivas, além de se colocarem novamente na corrida para os playoffs.

Semana que vem os Giants estão de folga e podem aproveitar para ver tudo de camarote, antes de entrar em campo contra a equipe dos Bengals. Os Eagles dependem desses próximos jogos para se manter na liderança. QUE LOUCURA ESSA NFC LESTE!!!

Jacksonville Jaguars 20 @ 24 Green Bay Packers

Foi muito mais difícil do que o esperado, mas Green Bay conseguiu mostrar sua superioridade e sair com a vitória. O time sofreu em quase todos os setores e só conseguiu virar a partida no último quarto. Aaron Rodgers fez um bom jogo, lançando para mais de 300 jardas e dois Tds, além de correr para outro. Mas, o principal destaque do time fica com Marques Valdez-Scantling, que recebeu 149 jardas e um Touchdown.

Na próxima semana, os Packers enfrentam os Colts e precisam jogar melhor se pensam em brigar pela Seed #1 da NFC. Afinal, Indianapolis mostrou que é um bom time e dará muito mais trabalho do que os Jaguars.

Jacksonville, aliás, perdeu o jogo, mas ganhou muita moral. Enfrentando um dos principais times da liga, a equipe, apesar de todas as suas dificuldades, conseguiu fazer um jogo que poderia ser uma surra se tornar disputado até o final. O grande destaque do time foi o retorno de punt para Td de Keelan Cole.

Apesar da boa atuação, os Jaguars não devem brigar por grandes objetivos na temporada e já pensam no ano que vem. Na próxima semana, enfrentam o atual melhor time da NFL, os invictos Steelers.

Washington Football Team 27 @ 30 Detroit Lions

Detroit Lions kicker Matt Prater (5) boots the winning field goal with seconds remaining during the second half of an NFL football game against the Washington Football Team, Sunday, Nov. 15, 2020, in Detroit. (AP Photo/Duane Burleson)
Matt Prater foi o herói da partida com um field goal incrível. Créditos: Duane Burleson

Em uma das partidas mais emocionantes da rodada, o Detroit Lions (4-5) venceu Washington (2-7) em casa por 30×27. A partida parecia muito bem encaminhada, visto que no começo do segundo tempo Detroit abriu 24×3 no placar e Washington não vinha jogando muito bem. Entretanto, o quarterback Alex Smith, juntamente com paradas defensivas importantes, orquestraram um comeback e empataram a partida no meio do último quarto. Os Lions ainda marcaram um field goal, mas Washington ainda teve mais uma chance, e empatou a partida com 16 segundos no relógio. Porém, o incrível Matt Sttaford consegiu colocar seu kicker em posição de chutar para 59 jardas, e Matt Prater se consagrou o herói da noite. Assim, os Lions agora enfrentam os Panthers, enquanto Washington recebe os Bengals.

Houston Texans 7 @ 10 Cleveland Browns

Primeiramente: a partida foi adiada por alguns minutos devido ao clima na cidade de Cleveland, por isso as estatísticas da partida foram muito alteradas. Os Browns (6-3) venceram os Texans (2-7) por apenas 10×7 em uma partida que não foi muito divertida de assistir. Por exemplo, após o field goal no drive inicial dos Browns, a próxima pontuação ocorreu apenas na última jogada no terceiro quarto, sendo ela um touchdown de Nick Chubb. Os Texans ainda tentaram responder, mas Cleveland teve a última bola e conseguiu esgotar o relógio nesse jogo de muita chuva, vento, corridas e punts. Assim, Houston agora enfrenta os Patriots em casa, enquanto os Browns recebem os Eagles pela semana 11 da NFL

Los Angeles Chargers 21 @ 29 Miami Dolphins

Game Center: Battered Chargers get much-needed win over Miami Dolphins –  Orange County Register
Miami vence com ótimo controle de jogo
(AP Photo/Lynne Sladky)

Em mais uma ótima partida do QB calouro, Tua Tagovailoa, o time de Miami supera os Chargers de Justin Herbert e somam 6 vitórias na temporada.

Optando por Tua há algumas semanas no lugar de Ryan Fitzpatrick, a decisão vem se mostrando cada vez mais correta. O jovem está apresentando atuações sólidas e produtivas, porém com o destaque de estar vencendo, que é o objetivo principal. A equipe equilibrou bem as chamadas e conseguiu ter leituras precisas para o sucesso das campanhas. Destaque também para a defesa que conseguiu cobrir com marcações muito corretas e teve sucesso na defesa contra o passe. A próxima partida é contra os Broncos.

Em uma performance não tão consistente de Herbert, o time dos Chargers ficou a mercê dos passes profundos e chamadas ousadas, o que vem sendo não só a solução da equipe, mas também o problema pela necessidade deste aspecto. A próxima partida é contra os Jets.

Denver Broncos 12 @ 37 Las Vegas Raiders

Drew Lock, quarterback do Denver Broncos, fez péssima partida contra o rival de divisão Las Vegas Raiders.
Drew Lock faz outra partida ruim. Créditos: Andy Cross / The Denver Post

No confronto divisional, os Raiders (6-3) venceram o rival Broncos (3-6) em casa por 37×12 e seguem vivos na briga pela pós-temporada. O quarterback dos Broncos, Drew Lock, fez péssima partida e acabou interceptado 4 vezes, acabando com as chances de vitória da equipe. Dessa forma, Las Vegas tomou conta da partida, principalmente no começo do segundo tempo, em que marcou 20 pontos sem resposta de Denver. O jogo corrido dos Raiders funcionou muito bem, e dessa vez a defesa dos Broncos não foi capaz de segurar o ataque que não vem bem na temporada. Assim, Las Vegas agora enfrenta o líder de sua divisão Kansas City Chiefs, enquanto os Broncos recebem o embalado Miami Dolphins de Tua Tagovailoa.

Seattle Seahawks 16 @ 23 Los Angeles Rams

A forte defesa dos Rams se impôs jogando em casa e garantiu a vitória contra o Seattle Seahawks. A vitória de LA coloca ainda mais fogo na disputadíssima NFC West, que agora tem três times com campanha 6-3 e na briga pelos Playoffs.

Os Rams dominaram defensivamente e limitaram o ataque adversário à apenas 16 pontos. Além disso, forçou 3 turnovers de Russel Wilson e conseguiu interromper uma sequência de 11 jogos em que o Qb lançava para pelo menos um Td. No ataque, Goff foi eficiente, mas o destaque ficou por conta do jogo corrido, que foi responsável pelos 3 Tds do time. Na segunda que vem, o time vai até a Florida enfrentar o Tampa Bay Buccaneers, no MNF.

Wilson fez mais uma partida ruim (Getty Images)

Cotado para brigar pelo prêmio de MVP, Russel Wilson fez mais uma partida ruim e vê essa possibilidade ficando cada vez menor. O time até que tentou, mas não conseguiu romper a boa defesa dos Rams. Os turnovers complicaram ainda mais a situação da equipe. Agora, é hora de se preparar para o próximo jogo, que será um duelo de divisão que promete pegar fogo: enfrentam os Cardinals, na próxima quinta. Uma vitória pode reacender o time para o restante da temporada.

Cincinnati Bengals 10 @ 36 Pittsburgh Steelers

Como já era esperado, os Steelers não encontraram nenhuma dificuldade para atropelar o fraco rival de divisão. Big Ben mais uma vez fez uma ótima partida, lançando 4 Touchdowns para três recebedores diferentes. A defesa não encontrou dificuldades para parar o ataque dos Bengals, que não é dos melhores. Agora, o time está 9-0 pela primeira vez na sua história e já mostra que é o time a ser batido.

Por outro lado, Cincinnati mostra que é um time com quase nenhum destaque. Joe Burrow vem mostrando que tem qualidade, mas o resto do time é muito limitado. Assim, a situação parece mesmo ser planejar os próximos anos para, quem sabe, brigar por alguma coisa no futuro.

Carolina Panthers 23 @ 46 Tampa Bay Buccaneers

Que jogo foi esse hein? Principalmente nos dois primeiros quartos, foi muito parelho e disputado.

Bridgewater teve um início arrasador junto do ataque de Carolina. Tampa Bay começou mais devagar e aos poucos foi engrenando no jogo. Conforme o tempo ia passando, os Buccaneers foram ampliando e distanciando. O momento do jogo em que foi decidida a vitória foi durante o terceiro quarto, no qual Tampa Bay fez 12 pontos e não sofreu nenhum, criando uma vantagem de 29 a 17.

Apesar de uma possível lesão do Quarterback dos Panthers, o time tem a comemorar com esse jogo. O Tank por uma pick alta segue mais vivo, além de o time ter se mostrado bem no primeiro tempo, mesmo sem Christian MacCaffrey.

Já por parte dos Buccaneers, além da vitória maiúscula, se reafirmando na liga, ainda mostrou que se utilizado tudo que tem o ataque é de elite. O time usou jogadas espaçando o campo horizontalmente e verticalmente. Ronald Jones mostrou que não pode ser subestimado, após o touchdown corrido de 92 jardas. Mike Evans foi muito bem, teve a conexão Brady e Gronk, além de várias e várias jogadas diferentes.

Tampa agora terá uma sequência difícil no calendário, enquanto os Panthers devem seguir tranquilamente com a busca por uma posição alta no draft.

Redação Kickoff Brasil

Redação Kickoff Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: